Home / Norte de Minas / Vereador suspeito de vender telhas da Câmara de Bocaiuva segue foragido

Vereador suspeito de vender telhas da Câmara de Bocaiuva segue foragido

O delegado Leonardo Diniz, da Delegacia da Polícia Civil em Bocaiuva, afirmou nesta sexta-feira (13/5) que o vereador Pedro Cerol (PDT), envolvido em venda de telhas da Câmara de Vereadores, continua foragido. Segundo a PC, o vereador e o ex-secretário de esportes do município, Noel Pereira Alves, são investigados por venda de sobras de materiais de uma reforma na Câmara.

Noel Pereira está preso desde o dia 05 deste mês. Segundo a prefeitura, ele foi exonerado do cargo no dia seguinte. Segundo o delegado, cerca de cinco mil telhas e caibros, que estavam no estádio municipal, foram vendidos pelos dois investigados para alguns moradores da cidade.

“Nós identificamos pelo menos seis pessoas que compraram este material, mas eles não nos procuraram ainda. A partir de segunda-feira (16), estaremos tomando providência para indiciá-los por receptação, ou seja, compra de material oriundo de crimes”, explica Diniz.

O assessor jurídico da Câmara, Geraldo Camelo, afirma que a Casa foi comunicada oficialmente apenas no dia 10 sobre o mandado de prisão em aberto contra o vereador. “A assessoria jurídica procurou a delegacia e tomou conhecimento do mandado de prisão. Assim, o vereador tem o mandado suspenso sem remuneração, como diz próprio regimento da Câmara”.

Geraldo Camelo diz também que, logo após a suspensão do mandado de Pedro Cerol, a câmara convocou o suplente, Leonardo Giovanni Froes (PDT), para assumir o cargo. Ele é esperado para tomar posse na segunda-feira (16).

A Câmara de Vereadores afirma também que o material que desapareceu do estádio municipal já havia sido devolvido para o município. “O prédio onde está instalada a Câmara pertence ao município e, quando foi feita esta reforma, a Câmara devolveu este material ao município”, explica Geraldo Camelo.

A assessoria de comunicação do município explica que um termo de doação expedido pela Câmara foi protocolado no dia 16 de outubro de 2014, mas, antes mesmo do município tomar uma decisão sobre o recebimento desta doação, o então secretário de esportes Noel Pereira Alves, recebeu o material, no dia 21 de outubro daquele ano.

Vereador Pedro Cerol está foragido (Foto: Divulgação)

(Fonte: G1 Grande Minas / Repórter: Valdivan Veloso)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>