Pintinho nasce com quatro patas em fazenda mineira

0
Anglo Queimadas

Um pintinho diferente está chamando atenção no galinheiro de uma fazenda em Eugenópolis, na Zona da Mata mineira. A ave nasceu com quatro patas na segunda-feira (22/05/2017) e surpreendeu a dona e vizinhos do distrito Alto Gavião, na zona rural do município.

O médico veterinário, Cláudio Yudi, explicou que o caso é raro e se trata de uma polimolia, que é a má-formação congênita em que o animal apresenta um número de membros maior que o usual.

A ave especial é de uma ninhada de dez ovos. A moradora do sítio em que nasceu o pintinho, Poliane Rodrigues Ribeiro, contou que este é o primeiro caso de animais com mais membros no sítio. A família dela cria ovos caipiras para consumo próprio e agora pretende cuidar do bichinho.

“Não tinha nada de diferente até ele nascer. Ele é filho de uma galinha do tipo garnizé e até o tamanho do ovo em que ele nasceu era normal em relação ao dos irmãos. Achamos estranho, mas ele mexe as quatro patas e as asas normalmente e está sendo criado junto com os outros, sem nenhuma estranheza. Vamos cuidar com muito carinho”, disse.

Pintinho nasce com quatro patas em Eugenópolis (Foto: Poliane Rodrigues/Arquivo Pessoal)

A trabalhadora rural relatou que o pintinho, que ainda não recebeu nenhum nome, está com dificuldade para se alimentar e que a família está tratando do animal com mais cuidado para que ele cresça saudável.

O veterinário Cláudio Yudi explicou que é raro que animais domésticos com polimolia se desenvolvam normalmente.

“A má-formação pode ter sido causada por fatores genéticos ou por causas externas. Pode ser que durante a formação do ovo, a galinha tenha comido algo que alterou, ou até mesmo uma mudança na temperatura, utilização de medicamentos, entre outros fatores externos. É bem difícil acontecer casos assim e mais raro ainda é ele crescer saudável”, explicou.

Seis pernas?

O veterinário afirmou, ainda, que pode ser que o pintinho tenha seis pernas. Além das quatro patas, o bichinho tem dois outros membros na parte inferior do corpo, que podem ser asas, músculo ou até mesmo pernas. “Só vamos ter certeza que ele pode ter mais dois membros com o crescimento do animal. De qualquer forma é um animal muito raro”, concluiu.

Enquanto recebe cuidados médicos e muito mimo, o pintinho virou notícia onde mora e recebe visitas de vizinhos e amigos da família. “Até a rádio da cidade já noticiou o nascimento desse pintinho. É a celebridade do sítio com certeza”, brincou Poliane.

Pintinho nasce com quatro patas em Eugenópolis (Foto: Poliane Rodrigues/Arquivo Pessoal)

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: G1 Zona da Mata/Bárbara Almeida)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui