Acusado de matar fotógrafo no Vale do Aço será julgado na próxima quarta-feira

0

O acusado de matar o fotógrafo Walgney Assis de Carvalho vai a júri popular nesta quarta-feira (19/08) no Tribunal do Júri de Coronel Fabriciano, na Região Metropolitana do Vale do Aço. A previsão é de que o julgamento tenha início às 8h30 de quarta. Alessandro Neves Augusto, de 34 anos, Conhecido como “Pitote”, já foi condenado a 16 anos de prisão pela morte do jornalista investigativo Rodrigo Neto em Ipatinga, no Vale do Aço, em março e abril de 2013.

O jornalista foi assassinado após ser atingido por oito disparos, quando saía de um churrasquinho no bairro Canaã. O crime foi considerado queima de arquivo, devido às denúncias do jornalista contra policiais envolvidos com a criminalidade. Em 14 de abril do mesmo ano, o fotógrafo Walgney Carvalho, que trabalhava com Neto, também foi assassinado.

O primeiro acusado de envolvimento no homicídio qualificado foi o ex-policial civil Lúcio Lírio Leal, condenado a 12 anos de prisão em março de 2014. Segundo as investigações do Ministério Público de Minas Gerais, ele foi o responsável por fornecer aos atiradores informações sobre a rotina do jornalista.

Walgney Assis de Carvalho foi assassinado em março de 2013 – Foto: Facebook/Reprodução

(Fonte: Jornal O Tempo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.