Home / Minas Gerais / Denunciado como principal operador da farra das notas frias em Unaí é preso preventivamente

Denunciado como principal operador da farra das notas frias em Unaí é preso preventivamente

Foi cumprido nesta quinta-feira, 28 de fevereiro, mandado de prisão preventiva contra um denunciado pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) de ser dos principais operadores de empresas noteiras responsáveis pela comercialização de notas frias em Unaí, no Noroeste de Minas Gerais.





A prisão é desdobramento da Operação Ceres, deflagrada em novembro de 2018 pela Coordenadoria Regional das Promotorias de Justiça de Defesa da Ordem Econômica e Tributária do Triângulo e Noroeste de Minas Gerais, em conjunto com a 1.ª Promotoria de Justiça de Unaí.

Conforme apurada, a fraude consistia em criar empresas de fachada para emissão e venda de notas fiscais ideologicamente falsas, com o fim de escoar a produção de cereais de Minas Gerais para outros estados sem o recolhimento dos impostos devidos. Juntas, as empresas criadas pelo denunciado emitiram mais de R$2 bilhões em notas ideologicamente falsas.

Também foram oferecidas duas denúncias por crimes contra a ordem tributária, bem como foi determinado o sequestro de 20 imóveis que, embora em nome de terceiros, tiveram a documentação de aquisição e manutenção apreendida em uma das empresas do denunciado, indicando a existência de lavagem de dinheiro e ocultação patrimonial.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: MPMG)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>