Home / Esportes / Nos pênaltis, América derrota o Ipatinga e conquista tricampeonato do Mineiro Feminino

Nos pênaltis, América derrota o Ipatinga e conquista tricampeonato do Mineiro Feminino

Tricampeãs! Na manhã deste domingo (02/12/2018), as Coelhinhas venceram o Ipatinga e conquistaram o Campeonato Mineiro pela terceira vez seguida. A partida, que ocorreu no SESC Venda Nova, em BH, terminou 0 a 0 e teve de ser decidida nos pênaltis. Camila Menezes defendeu duas cobranças e Karol Dias garantiu a vitória americana por 8 a 7. Além do título, Vanessa e Duda terminam como artilheiras do campeonato.

A partida começou muito equilibrada e com ambas as equipes buscando o ataque. O América teve sua primeira chance com a atacante Vanessa, que deu um belo chute de fora da área, porém a goleira adversária defendeu. Na sequência, em cobrança de escanteio, Joyce cabeceou com muito perigo. O Ipatinga levou perigo em duas oportunidades. Na primeira, a bola passou rente a trave e, na segunda, foi no travessão. No final da primeira etapa, Vanessa quase marcou em mais um belo chute de fora da área.

O segundo tempo começou com as Coelhinhas partindo para cima da equipe adversária e pressionando muito. Vanessa, mais uma vez, arriscou firme de fora da área, no entanto a goleira do Ipatinga defendeu. O time americano seguia pressionando, mas não conseguia finalizar com muito perigo. No final, Vanessa recebeu na linha de fundo, cruzou, Duda chegou completando, porém, a zagueira adversária travou no momento certo.

Com o empate em 0 a 0, a decisão do título foi para as penalidades. O América perdeu a primeira cobrança. Na terceira cobrança do time adversário, Camila Menezes defendeu e igualou o resultado. Nas cobranças alternadas, Camila brilhou mais uma vez e fez uma bela defesa. Karol Dias foi a responsável por cobrar o pênalti americano e converteu. Assim, com o placar de 8 a 7 nas penalidades, o América é tricampeão Mineiro.

A volante Karol Dias comentou um pouco sobre a penalidade cobrada e de poder ser campeã com o América. “Foi uma responsabilidade muito grande. Seria o último pênalti, porque elas erraram, e tive a oportunidade de marcar. Estava um pouco ansiosa, mas fiquei muito feliz de ter convertido. Ser campeã é uma sensação incrível. Meu primeiro ano, mas acatei toda a energia das meninas e, agora, é só festa”, disse.

A partida terminou empatada em 0 a 0. Nos pênaltis, Camila defendeu a oitava cobrança da equipe adversária e Karol Dias converteu (Foto: Mourão Panda / América / Divulgação)

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>