Home / Norte de Minas / Zoológico de Montes Claros encerra definitivamente suas atividades

Zoológico de Montes Claros encerra definitivamente suas atividades

O Zoológico de Montes Claros vai encerrar definitivamente suas atividades e, a partir desta terça-feira (28), já estará totalmente fechado à visitação pública. A decisão foi tomada após uma reunião entre órgãos ambientais e a prefeitura, através da secretaria de Meio Ambiente, nesta segunda (27).

Com a decisão, os mais de 100 animais, entre mamíferos, répteis e aves que são cuidados no local, serão doados para outros zoológicos.=

O local vinha sofrendo com problemas recorrentes, especialmente na gestão de custos, avaliada em mais de R$ 200 mil mensais, e a segurança patrimonial do espaço. Em janeiro o zoológico chegou a ser fechado; 60% dos funcionários contratados foram demitidos. O fechamento do local, agora definitivo, ocorre também após a morte de um jacaré-de-papo-amarelo, que teve o corpo encontrado com sinais de violência.

“A decisão partiu da prefeitura, gestora do zoológico. A gente vem de um histórico, desde 2015, de negociação para melhoria do local, adequação das normas. O local estava dentro do adequado, com alimentação e cuidados sanitários em dia, mas faltava alguns itens, como a vigilância”, relata Daniel Felipe Dias, do Ibama em Montes Claros.

Segundo Daniel, a prefeitura segue responsável por manter os cuidados dos animais até a destinação deles a outros centros.

Zoológico de Montes Claros (Foto: Prefeitura de Montes Claros/Divulgação)

Corpo de jacaré encontrado com sinais de violência no zoológico

Um jacaré-de-papo-amarelo foi encontrado morto e com sinais de violência no zoológico de Montes Claros, no Norte de Minas, na última sexta-feira (24). O animal vai passar por necrópsia nesta terça (28) para emissão do laudo da causa da morte. A suspeita é que criminosos tenham invadido o local e ferido o animal com um arpão, lança utilizada em pescas.

“O Jacaré – Caiman latirostris – é naturalmente agressivo e ele atacaria qualquer pessoa que entrasse no recinto; por isso, suspeitamos do uso do ‘arpão’. No entanto, só a perícia, que será feita por uma profissional com experiência irá confirmar a causa da morte. No laudo, também haverá exame toxicológico para avaliação de envenenamento”, explicou a bióloga responsável pelos animais do zoológico, Thallyta Maria Vieira. O corpo do jacaré está congelado para preservação dos órgãos e tecidos.

Esta não é a primeira vez que tratadores encontram animais com sinais de violência recente. No boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar sobre a morte do jacaré, consta que o zoológico já foi invadido outras vezes, incluindo uma tentativa de pesca no ambiente dos macacos, e que não há vigias noturnos. O Secretário de Defesa Social, Anderson Chaves, explica como é feita a segurança.

“A segurança do complexo – Parque Municipal e Zoológico – acontece durante o horário de funcionamento do parque, das 8h às 22h, com guardas municipais no local; ha uns 20 dias, nós ampliamos a segurança, mas, como o parque é muito grande, priorizamos a parte de maior visitação. No período da noite, as viaturas fazem rondas ostensivas. É importante dizer que hoje foi publicado no Diário Oficial do Município a instauração da comissão de investigação social para convocarmos novos guardas que passaram no concurso e ainda não foram chamados. Teremos mais efetivo”, informou.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: G1 Grande Minas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>