Governo de Minas autoriza construção da ponte entre São Francisco e Pintópolis

2

O governador Fernando Pimentel assinou nesta terça-feira (19/9) despacho que determina que o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER) dê prioridade à construção de ponte sobre o Rio São Francisco na rodovia MG-402, que liga os municípios de São Francisco e Pintópolis.

Com previsão de investimentos da ordem de R$ 105 milhões, a obra irá facilitar a logística de transporte e escoamento da produção das cidades dos Territórios Norte e Noroeste do Estado, além de permitir a navegação de embarcações pequenas e médias. Hoje, a travessia entre os dois municípios é feita por meio de balsas e leva cerca de uma hora, tempo que, de acordo com o DEER, quando a obra estiver pronta, será reduzido para dez minutos.

“Nós fizemos um projeto bonito e moderno e, agora que já temos projeto e orçamento, podemos licitar a obra. Acredito que em três meses a licitação esteja concluída, para que possamos contratar e dar a ordem de serviço. Nosso compromisso está sendo cumprido e está firmada nossa disposição de começar essa obra ainda neste ano ou no início do ano que vem” afirmou Fernando Pimentel em entrevista coletiva.

A ponte que liga São Francisco a Pintópolis é uma demanda antiga dos moradores não só dois municípios, mas de toda a região. Para o prefeito de Urucuia, Rutílio Eugênio Cavalcante Filho, a obra vai “engrandecer muito o Norte de Minas, bem como todo o estado. Desde a época de Juscelino Kubitschek houve a promessa da ponte. Nós agradecemos ao senhor, porque prometeu, mandou fazer o projeto e está autorizando a ponte”, disse.

O deputado estadual Paulo Guedes lembrou que a execução da ponte é uma promessa de campanha de Fernando Pimentel. “O senhor está realizando um sonho que todos ouviam dizer, mas poucos acreditavam: a obra da ponte sobre o Rio São Francisco. O senhor está unindo todos nós, e a presença dos prefeitos aqui simboliza que não há diferença partidária, existe o partido da ponte”, frisou.

Governador ressaltou que, para governar, é preciso criar mecanismos para ouvir as demandas da população e elencar as prioridades (Foto: Manoel Marques/Imprensa MG)

Ouvir para governar

Fernando Pimentel ressaltou que, para governar, é preciso criar mecanismos para ouvir as demandas da população e elencar as prioridades. “Tem muita coisa para ser feita, mas é o povo que escolhe o que é mais importante. Tem que fazer hospital, escola, estrada, ponte. Agora, não tem dinheiro para fazer tudo. Então, o povo escolhe o que é mais importante. Aqui é a ponte, então, vamos fazer a ponte. As outras coisas nós vamos fazer aos poucos, e ouvindo as pessoas com paciência, com humildade, com dedicação, com compromisso com aqueles que a gente representa”, disse, citando a criação dos Fóruns Regionais de Governo como ferramenta para ouvir críticas e sugestões e escutar a população.

A cerimônia em São Francisco marcou ainda o encerramento do programa Energia Cidadã, da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), que entregou 202 geladeiras eficientes e econômicas a famílias que vivem no município, além da troca de mais de 25 mil lâmpadas incandescentes pelas de LED, com o objetivo de reduzir o consumo e a demanda por energia elétrica. O investimento da Cemig na cidade foi de R$ 1 milhão.

O diretor de Distribuição e Comercialização da Cemig, Ronaldo Gomes de Abreu, listou as ações da empresa no município, como os investimentos de R$ 3,5 milhões somente para a expansão da rede de energia elétrica em 40 quilômetros, a realização de 22 obras para atender poços artesianos, o investimento de R$ 500 mil na substituição de autoclaves e sistema de aquecimento de água do Hospital Doutor Brício de Castro.

“Com isso, os indicadores de qualidade do fornecimento de energia elétrica da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) foram cumpridos em 2016, e estamos cumprindo esses indicadores também em 2017. A Cemig tem muita satisfação em investir recursos na região e em participar, desse projeto de substituição das geladeiras e das lâmpadas em parceria com o Governo do Estado”, completou.

O prefeito de São Francisco, Evanilson Aparecido Carneiro, elogiou o projeto, que atende às necessidades da população de baixa renda da cidade. “Esse projeto é de uma grandeza imensurável, tem uma dimensão social e humanitária muito grande. A sua decisão (do governador) de vir a São Francisco para participar do encerramento desse projeto é muito importante, porque representa o esforço do Governo e da Cemig em uma parceria que deu certo. Muitos gostariam de proporcionar a realização desse sonho, mas a dificuldade do dia a dia, muitas vezes, impossibilita a aquisição de um eletrodoméstico como esse. Tentarei imitar o seu jeito de governar, olhando para os mais pobres”, afirmou.

Também compareceram ao evento os secretários de Estado de Transportes e Obras Públicas, Murilo Valadares, e de Governo, Odair Cunha, o secretário adjunto de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais, Jean Alves Coelho; o diretor-geral do Idene, Gustavo Xavier; e o reitor da Unimontes, João dos Reis Canela. Também estiveram presentes os deputados federais Ademir Camilo e Raquel Muniz e o líder do governo na Assembleia, Durval Ângelo.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: Agência Minas)

2 COMENTÁRIOS

  1. Durante 30 anos tive pesadelos com a travessia do rio. Agora tudo isso ficou para trás. A notícia mais maravilhosa em toda a minha vida.Pimentel voce está em meu Plantel.

  2. so acredito na hora que o canteiro de obra tiver sido montado e maquinas, trabalhadores estiverem em açao ,pois durante trinta anos so promessa de politico em epoca de eleiçao , coincidentemente estamos nos aproximando das mesmas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.