Polícia Civil apresenta quadrilha acusada de desviar cargas na região de Pirapora

0

A Polícia Civil apresentou nesta quinta-feira (10/12) em Belo Horizonte uma quadrilha presa em Pirapora, no norte de Minas. Os oito integrantes são suspeitos de desviar cerca de 200 carretas carregadas com grãos. Em três anos, o bando lucrou cerca de R$ 10 milhões.

A quadrilha era formada por sete homens e uma mulher. Segundo a polícia, o grupo aliciava caminhoneiros e desvia as cargas de grãos que seriam descarregadas no porto seco de Pirapora.

Ainda conforme a corporação, as cargas eram vendidas para outros empresários que não sabiam que o produto era roubado. Com os R$ 10 milhões, os integrantes do bando passaram a promover shows com artistas famosos para lavar o dinheiro, por isso ganharam o apelido de “reis do camarote”. Belo, Harmonia do Samba e Raça Negra foram alguns dos contratados pelos criminosos.

As investigações duraram cerca de 18 meses e os mandados de prisão preventiva foram cumpridos na semana passada, entre quinta-feira (3) e sexta-feira (4). A organização forjava notas fiscais falsas dos grãos e subornava caminhoneiros encarregados de fazer a descarga do material.

Foram presos Edilene Anacleto Costa, 37 anos; Alessandro Sidney Costa, 40 anos; Fabio Soares da Costa, 30 anos; Jadmar Costa, 48 anos; Luciano Domingos da Silva, 45 anos; Kleber Vieira Lacerda, 37 anos; Ricardo da Conceição Costa, 36 anos e Roberto da Conceição Costa, 27 anos. Ainda estão foragidos Alexander Giovanni Vieira e Antonio Alves da Silva.

Presos foram apresentados nesta quinta-feira (10) – Foto: Divulgação / Polícia Civil

(Fonte: Record Minas / R7)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui