Lavrador é detido em São João do Oriente acusado pelo crime de estupro ocorrido no interior de São Paulo

0
Anglo Queimadas

Joarez Moreira Alves, de 51 anos, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Caratinga, na noite da última sexta-feira (30/05), após a Polícia Militar constatar que havia contra ele um mandado de prisão em aberto. Em 1999, a Justiça Paulista determinou a sua prisão, sob acusação de ter cometido o crime de estupro.

(Homem nega o crime e disse que o ato sexual foi consentido pela mulher)

De acordo com soldado Márcio, a Polícia já tinha conhecimento do mandado, porém, em diligências constantes em sua residência ele nunca foi encontrado, pois a informação era de que ele estava trabalhando em uma lavoura de café na cidade de Imbé de Minas. Desta vez ele foi abordado quando retornava para a casa.

O lavrador morava em Ibiúna, no Estado de São Paulo, quando se envolveu na ocorrência. A vítima seria uma mulher de pouco mais de quarenta anos, na época dos fatos. Joarez contou a sua versão para o caso.

“Eu não sabia que a mulher tinha problema de saúde. Mas ela falou pra mim que se eu não ficasse com ela, eu era veado. Agora depois de quase 18 anos, veio este papel pra mim”, destacou, salientando que não houve violência e o ato sexual teria sido em comum acordo.

Ele afirmou que foi surpreendido com a notícia da acusação, processo e prisão. Porém, confessa que se mudou para o estado de Minas, temendo a uma represália da família da vítima. Na época dos fatos, familiares da vítima teriam o ameaçado de morte, foi quando se mudou com a esposa e filhos para a região mineira, vindo a morar em Belo Horizonte e há cerca de dez anos em São João do Oriente.

Segundo a Polícia, ele não esboçou reação durante a abordagem e prisão, mas negou que tenha cometido um estupro. Ao jornalismo do Super Canal ele ainda revelou que do ato sexual ele teria tido uma filha com a mulher e que já teria tentado contato com familiares da mesma, mas em vão.

Hoje, novamente casado após o falecimento da primeira esposa, e com dois filhos, o lavrador terá de se explicar na Justiça e será transferido para o Estado de São Paulo.

Veja a reportagem da TV Super Canal:

(Fonte: TV Super Canal de Caratinga)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui