Obras facilitam acesso de turistas no Parque do Rio Preto, no Vale do Jequitinhonha

0

A estrada interna do Parque Estadual do Rio Preto, na Região do Alto Jequitinhonha, recebeu melhorias em seus trechos mais críticos, facilitando o acesso do visitante no percurso até centro de visitantes e demais estruturas de lazer. Com as intervenções, cerca de 800 metros da estrada de terra, nos pontos de subidas e descidas íngremes e com erosões, receberam calçamento de bloquetes sextavados.

Ao todo, a pavimentação soma 2,3 mil metros quadrados de piso. Destes, 792 metros quadrados foram finalizados nesse último mês de agosto, concluindo os trechos que a unidade de conservação tinha em seu planejamento para o ano. Os trabalhos foram executados pela própria equipe de funcionários do parque. No primeiro trimestre de 2019, outros 1.503,5 m² da estrada já haviam recebido as melhorias.

“O calçamento diminui o escoamento de terra e cascalho para os cursos d’agua, reduz manutenção e gastos com a estrada, melhora o acesso e aumenta a visitação”, explica o monitor ambiental do parque, Raphael Reis. “Desde a conclusão dos primeiros trechos, o trabalho já vem recebendo manifestações de satisfação dos visitantes com a melhoria no acesso”, completa.

Os recursos para as intervenções nas estradas internas do Parque Estadual do Rio Preto são provenientes da compensação ambiental de processo de licenciamento ambiental da empresa Vale.

Foto: Divulgação/Sisema

Turismo

O Parque Estadual do Rio Preto é uma das principais unidades de conservação de Minas. Está localizado no município de São Gonçalo do Rio Preto e foi o primeiro parque mineiro a receber o marco de referência da Estrada Real, que vai de Parati, no Rio de Janeiro, até Diamantina.

A unidade de conservação nasceu do interesse da comunidade do município de proteger as nascentes do Rio Preto. O parque possui belas cachoeiras, mirantes e uma das mais completas infraestruturas, o que inclui portaria, estacionamento e restaurante. Os 12 alojamentos podem abrigar até 52 pessoas e a área de camping comporta até 25 barracas e tem quiosques, churrasqueiras, lavatório de vasilhames, vestiários e fonte de água potável.

Foto: Divulgação/Sisema

Parc

O Rio Preto é uma das 20 unidades de conservação mineiras que fazem parte do Programa de Concessão de Parques Estaduais (Parc), iniciativa lançada pelo Governo de Minas em 11 de abril, que pretende contribuir para a inovação na gestão das áreas protegidas de Minas Gerais.

O objetivo é desenvolver e implantar modelos de parcerias e concessões ambientais voltados para o aprimoramento e diversificação dos serviços turísticos oferecidos nas unidades de conservação estaduais. Com isso, busca-se garantir o cumprimento de seus objetivos de criação, que são o aproveitamento sustentável das potencialidades econômicas existentes, a maior eficiência na gestão e na conservação da biodiversidade, bem como a geração de benefícios sociais e econômicos para as comunidades do seu entorno.

A expectativa é que, por meio do projeto, seja possível atrair investimentos, gerar empregos, ampliar os recursos humanos e financeiros a serem empregados na conservação ambiental e sensibilizar grande parcela da sociedade quanto à real importância de manutenção das áreas verdes para a qualidade de vida das gerações atuais e futuras.

VER PRIMEIRO: Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.