19 de dezembro de 2018 - 11:24
Home / Mundo / Queda de antigo avião militar nos Alpes Suíços deixa 20 mortos

Queda de antigo avião militar nos Alpes Suíços deixa 20 mortos

A queda de um avião militar antigo, um Junkers JU52 HB-Hot, ocorrida ontem (4) em uma região montanhosa no cantão de Grisões, na Suíça, causou a morte de 20 pessoas, informou neste domingo (5) a polícia local em entrevista coletiva na qual classificou o episódio como o pior acidente aéreo no país desde o ano de 2001.

A aeronave, construída na Alemanha em 1939 e que era usada para voos panorâmicos sobre os alpes suíços, caiu “quase de maneira vertical e em grande velocidade” perto da cidade de Flims, de acordo com o responsável pela investigação do acidente, Daniel Knecht.

Desde 2001, não acontecia na Suíça um acidente aéreo com tantas mortes. Naquele ano, um avião da companhia regional Crossair caiu perto da cidade de Bassersdorf, e 24 pessoas morreram, entre elas a americana Melanie Thornton, vocalista do grupo de eurodance La Bouche.

O avião militar tinha 17 lugares para passageiros e três para tripulantes. Ele fez uma viagem turística em Tessino e deveria aterrissar por volta das 17h (horário local; 10h de Brasília) no Aeroporto de Dubendorf, no cantão de Zurique.

As vítimas, 11 homens e 9 mulheres de idades entre 42 e 84 anos, eram na maioria nascidas na Suíça. Apenas um casal e o filho eram estrangeiros, de nacionalidade austríaca.

Knecht descartou fatores externos como causa da queda, como uma colisão com outro avião. Como a aeronave não tinha caixa preta, o trabalho de investigação é mais complexo, segundo ele.

O cofundador da companhia à qual a aeronave pertencia, Kurt Waldmeier, declarou em entrevista coletiva que ontem foi o “pior dia nos 39 anos de história” da empresa.

Segundo ele, o avião não tinha registro de problemas técnicos e passou por uma manutenção no final de julho. Waldmeier alegou também que as aeronaves da companhia só são pilotados por profissionais de grande experiência.

Avião militar cai na Suíça e deixa 20 mortos – Arnd Wiegmann/Reuters

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: Agência Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>