Presidente de sindicato preso na Operação Mar de Lama será denunciado pelo MPMG

0
Anglo Queimadas

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) denunciará hoje o presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários de Governador Valadares (Sinttro/GV), Jorge Ferreira Lopes, preso na quinta fase da Mar de Lama. Ele foi flagrado, em vídeos, recebendo R$ 400 mil do empresário Roberto Carvalho, dono da Valadarense, empresa que detém o monopólio do transporte coletivo de passageiros na cidade.

Jorge é acusado de fraudar processos trabalhistas. Segundo investigações do MPMG, o sindicalista combinava com o dono da Valadarense propina para que a empresa pagasse menos do que o devido na Justiça trabalhista.

Na prática, Jorge beneficiava a ele próprio e a companhia em detrimento da categoria que representa, estimada em cerca de 500 pessoas. O dono da Valadarense está preso desde maio. Ele é réu num processo em que é acusado de pagar propinas mensais a vereadores da cidade.

O mensalinho, apelidado de passaginha, oscilava de R$ 2,6 mil a R$ 20 mil, de acordo com a importância do parlamentar, segundo critérios da organização criminosa desvendada pela força-tarefa. Dos 21 vereadores de Valadares, cinco estão presos e seis afastados do Legislativo por ordem Judicial.

Vídeo



(Fonte: Estado de Minas/Paulo Henrique Lobato)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui