Mudança no perfil do carnaval divide moradores em Diamantina

5
Anglo Queimadas

A ausência das tradicionais bandas Bartucada e Bat-Caverna no Carnaval em Diamantina, no Vale do Jequitinhonha, e a mudança organizada pela prefeitura no perfil da folia na cidade, que este ano priorizou uma festa mais voltada para a família, dividiu a opinião de moradores do município.

Enquanto alguns comemoram a tranquilidade nas ruas proporcionada pela ausência de milhares de foliões – especialmente os mais jovens –, outros lamentam a situação e já falam no fim da “era” de grandes carnavais em Diamantina.

“A cidade está bem vazia. É triste vê-la desse jeito. A pousada onde trabalho, por exemplo, até recebeu alguns hóspedes, mas foram poucos em relação aos outros anos”, comentou o recepcionista Moacir Jorge, de 54 anos.

“Tenho certeza que a culpa disso é a ausência da Bartucada e da Bat-Caverna. As bandas alegram nossa cidade, sem elas o povo desaparece. É péssimo para o comércio e também para nós, moradores, que estamos acostumados com a multidão nesse período”, completou.

Desfile Bloco Mingau com Queijo (Foto: Ascom Prefeitura de Diamantina/Divulgação)

Para o administrador de empresas Rogério Noronha, 36, no entanto, as alterações no Carnaval só trouxeram benefícios para Diamantina. Ele conta que levou as filhas e os sobrinhos para a folia e não se arrependeu. “Diamantina não vive só de Bartucada e Bat-Caverna. Temos muitas outras bandas na região que animaram os foliões com músicas autorais e marchinhas de outras épocas. Você vê nas ruas as famílias reunidas, com tranquilidade, tudo isso é muito bom”, comemorou.

Já o produtor de eventos Igor Carvalhaes, 35, responsável há 11 anos por organizar a república Groove Club, em Diamantina, acredita que o desaparecimento de foliões na cidade é resultado da divulgação tardia da prefeitura da programação de Carnaval.

“Foi falta de informação. Só anunciaram os dias e horários dos eventos para os moradores, não atraíram turistas. É uma clara demonstração da administração pública de que eles não querem mais a folia com as ruas superlotadas. Neste ano, a república que eu organizo recebeu 150 pessoas de todo o país. Vieram pessoas de diversas cidades como Manaus e São Paulo, mas elas ficaram curtindo a festa dentro da república, porque lá fora está tudo vazio”, afirmou.

Segundo a secretária municipal de Cultura, Turismo e Patrimônio de Diamantina, Márcia Betânia Oliveira Horta, a diminuição no número de foliões no município é constatada pela prefeitura desde 2012. Ela avalia que o crescimento do Carnaval em Belo Horizonte é o fator responsável por essa transformação.

“Em 2016, Diamantina teve uma queda de 70% no número de foliões vindos de BH. Neste ano, imagino que a redução será ainda maior, principalmente, do público jovem. A prefeitura ainda não fez um balanço desse Carnaval, ainda vamos fazer uma avaliação e analisar como foi a folia. Mas já percebemos que o turista mais maduro e muitos moradores gostaram da festa. A própria Polícia Militar já apresentou um saldo positivo, com poucos crimes, sem delitos de violência e acidentes graves nas áreas de cachoeira. Foi um Carnaval mais tranquilo”, salientou Márcia.

A secretária, contudo, antecipa que a prefeitura vai trabalhar para promover um Carnaval em 2018 mais abrangente e com a volta das bandas Bartucada e Bat-Caverna. “De maneira alguma pretendemos excluir da folia os mais jovens. Muito pelo contrário, neste ano tivemos um espaço novo no Carnaval localizado na praça Niemeyer. O local ficou bem charmoso e bonito e superlotado de jovens de Diamantina. Vamos trabalhar bastante para o próximo Carnaval, vamos dialogar com essas bandas, pois sabemos da importância delas e, quem sabe, teremos elas de volta no próximo ano”, disse.

Bloco Vai Quem Quer Se Morrer Não Faz Falta (Foto: Ascom Prefeitura de Diamantina/Divulgação)

Rato Seco no Carnaval de Diamantina (Foto: Ascom Prefeitura de Diamantina/Divulgação)

Brokio Xai Xai – Carnaval de Diamantina (Foto: Ascom Prefeitura de Diamantina/Divulgação)

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: O Tempo)

5 COMENTÁRIOS

  1. Estava bem ROMÂNTICO o Carnaval de Diamantina.
    No meu tempo, não tinha bate caverna, o Carnaval era assim: blocos familiares.
    Uma sugestão: no próximo Carnaval o Baile de Fantasia nos Clubes.

    PARABÉNS A ORGANIZAÇÃO.
    Foi BEM ROMÂNTICO.
    ATÉ O PRÓXIMO.
    ¨¨¨¨
    Famílias diamantinenses residentes: SP, BRASILIA, GOIAS.

    • Quer romantismo, vai ouvir Roberto Carlos. Total irresponsabilidade dessa administração deixar o comércio, neste época de crise amargar tamanhos prejuízos.

  2. Festa carnavalesca é samba, marchinha, eu gostei muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito.
    Não dá pular carnaval ao som de sertanejo, rock…
    Carnaval é samba.
    GOSTAMOS!
    Foi tranquilo, e nos divertimos com mais naturalidade.
    Muito bom.
    Tchau DIAMANTINA!

    Até o próximo…

  3. GRANDE ABRAÇO, DIAMANTINA, PELO SEU ANIVERSARIO, 6 de MARÇO 2017…

    DERRAMA, SENHOR, SOBRE TODOS, BENÇÃOS E FELICIDADES!

    300 ANOS, ILUSTRANDO A HISTÓRIA DE MINAS E BRASIL.
    NOSSO CARINHO.

Deixe uma resposta para Annathereza-colegas-amigos-GO Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui