Atlético Nacional de Medelín propõe que título da Copa Sul-Americana fique com Chapecoense

0

O time colombiano Atlético Nacional, que jogaria amanhã (30) contra o Chapecoense, em Medelín, na Colômbia, pediu hoje (29/11/2016) à Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), que organiza a Copa Sul-Americana, que entregue o título de campeão ao Chapecoense, time da cidade catarinense de Chapecó.

Em seu site, o Atlético Nacional diz que recebeu consternação a notícia do acidente com o avião que levava os atletas chapecoenses à Colômbia. “A dor atinge profundamente nossos corações e invade de luto nosso pensamento”, afirma a equipe colombiana. “O acidente de nossos irmãos do futebol da Chapecoense nos marcará por toda a vida e já deixa uma marca inapagável no futebol latino-americano e mundial.”

No comunicado, o Atlético Nacional propõe à Conmebol que a Associação Chapecoense de Futebol fique com o título da Copa Sul-Americana como homenagem póstuma às vítimas do acidente. “Da nossa parte, e para sempre, Chapecoense, Campeão da Copa Sul-Americana 2016.”

Equipe da Chapecoense (Foto: Divulgação)

Papa Francisco lamenta acidente

O papa Francisco, através de uma mensagem enviada ao bispo da diocese colombiana de Sonsón Rionegro, Fidel León Cadavid Marín, lamentou a morte das mais de 70 pessoas na queda do avião que levava a equipe da Chapecoense. “O Santo Padre, profundamente atingido ao saber da dolorosa notícia do grave acidente aéreo que ocasionou numerosas vítimas, eleva orações para o eterno descanso dos falecidos”, escreveu a Conferência Episcopal da Colômbia.

O documento enviado pela Secretaria de Estado do Vaticano pede ao bispo Marín que ele “transmita o sentimento de pêsames de Sua Santidade aos familiares e a todos os que choram por tão sensível perda, junto com expressões de afeto, solidariedade e consolo a todos os afetados pelo trágico acidente”.

Final da Copa do Brasil é remarcada

A segunda partida da final da Copa do Brasil, que seria disputada amanhã (30), acontecerá na quarta-feira da próxima semana, dia 7 de dezembro. A nova data foi confirmada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), horas depois de anunciar que o confronto entre Grêmio e Atlético-MG seria adiado, devido ao acidente aéreo com a delegação da Chapecoense.

Os dirigentes de Grêmio e Atlético-MG concordaram que não haveria clima para realização da partida de amanhã. “Com a tragédia acontecida, não há nenhum sentido na realização do jogo amanhã, diante do Grêmio. Solidariedade e respeito acima de tudo”, publicou nas redes sociais Daniel Nepomuceno, presidente do clube mineiro.

O Grêmio foi um dos primeiros times a substituir seu símbolo nas redes sociais pelo escudo da equipe catarinense, iniciativa que vem sendo tomada por diversos clubes. “Chape, estamos contigo! Manifestamos nossa solidariedade neste momento de tristeza”, registra uma postagem do clube gaúcho.

A partida adiada definirá o campeão da Copa do Brasil. No primeiro jogo, disputado em Belo Horizonte, o Grêmio venceu por 3 a 1 e agora pode perder por até um gol de diferença que ficará com o título. Caso perca por dois gols, a decisão será por pênaltis.

Além de confirmar a nova data da partida, a entidade esportiva também anunciou que os jogos da última rodada do Campeonato Brasileiro, que ocorreriam no domingo (4), foram alterados para o dia 11. A Chapecoense enfrentaria o Atlético-MG, e ainda há incertezas em torno da realização deste jogo.

Sul-americana

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) emitiu comunicado suspendendo a decisão até um novo aviso. Em nota publicada em sua página oficial, o Atlético Nacional pede que a Chapecoense seja declarada campeã. “De nossa parte e para sempre, Chapecoense campeã da Copa Sul-Americana 2016”, encerra o texto após homenagear as vítimas.

(Com informações da Agência Brasil)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.