Estudante de Carbonita é flagrada pela PF testando sistema de quadrilha que fraudava o Enem

26
Anglo Queimadas

A estudante Sofia Azevedo Macedo, filha de um comerciante de Carbonita (Vale do Jequitinhonha), é suspeita de contratar uma quadrilha especializada em fraudes no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2016 e em outros concursos realizados no País. Um integrante da quadrilha, identificado como Jonathan Galdino dos Santos, foi registrado pela Polícia Federal (PF) testando o sistema com a candidata carbonitense.

O delegado Marcelo Freitas explicou que, de um hotel em Montes Claros (MG), a quadrilha enviava o gabarito para os candidatos, que usavam um microponto colocado no ouvido e uma central telefônica acoplada no peito ou braço. Ambos podem ser apontados com o uso de detector de metais, mas a PF acredita que o equipamento não esteja sendo usado de maneira eficiente.

“Pela primeira vez constatamos o retorno de áudio por parte do candidato. A maneira que ele usava para demonstrar ao interlocutor que compreendia ou não o gabarito era por intermédio de tosse. Se tossia uma vez ele havia compreendido, se tossia duas vezes, o interlocutor repetia o gabarito”, disse Freitas.

Escutas autorizadas pela Justiça mostram que antes do exame era feito um teste para verificar se o candidato conseguia escutar a voz de quem iria repassar as respostas para ele. Durante o cumprimento dos mandados foram apreendidos vários equipamentos usados na fraude. Confira no diálogo abaixo:

– Jonathan: Sofia, tá me escutando? Dá duas tosses aí, por favor.

– Sofia: [tosse duas vezes, indicando que estava escutando o bandido]

– Jonathan: Correto. Eu vou falar cinco palavras: casa, carro, tatu, prédio e cachorro. Entendeu? Dá uma tossida.

– Sofia: [tosse uma vez, indicando que entendeu a mensagem repassada por Jonathan]

– Jonathan: Pronto. Ok.

Integrante de quadrilha testa sistema com candidata (Foto: Reprodução/Fantástico)

Candidatos pagavam de R$ 150 a 180 mil, diz PF

O ex-estudante de medicina Rodrigo Ferreira Viana é apontado pela Polícia Federal (PF) como líder da quadrilha. Ele e outras dez pessoas foram presas durante a Operação Embuste, deflagrada na tarde de ontem (06/11/2016) em Montes Claros e em outros municípios do País.

A quadrilha utilizava equipamento sofisticado e, de acordo com o delegado da PF Marcelo Freitas, cobrava entre R$ 150 e R$ 180 mil reais, a depender da universidade que o candidato pretendia ingressar.

As investigações iniciaram há 15 dias, quando uma candidata inscrita no Enem desabafou com um padre e foi aconselhada a denunciar a organização criminosa. Após a denúncia, os integrantes da quadrilha foram monitorados de perto por agentes federais. O líder da quadrilha, que cursou medicina em Ipatinga (MG), foi registrado em vídeo recebendo dinheiro de um comparsa.

De acordo com a PF, Rodrigo Ferreira contratava alunos e professores para fazerem as provas rapidamente e repassar as respostas, que posteriormente os gabaritos eram divulgados aos estudantes contratantes da fraude através de ponto eletrônico. Um dos pilotos era o estudante de medicina Arnon Kelson da Silva e Santos, que foi preso em 2012, quando confessou ter fraudado concursos naquele ano e em 2006.

Rodrigo Ferreira Viana é apontado como chefe da quadrilha (Foto: Reprodução/Fantástico)

Operações da PF

Em pleno final de semana de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a Polícia Federal deflagrou duas operações para reprimir fraudes no exame: a Operação Jogo Limpo, nos estados do Maranhão, Piauí, Ceará, Paraíba, Tocantins, Amapá e Pará e a Operação Embuste, em Minas Gerais.

A Operação Embuste, deflagrada na tarde de hoje (06/11/2016), consiste no cumprimento simultâneo de 28 mandados judiciais, sendo quatro de prisão temporária, quatro de condução coercitiva, 15 de busca e apreensão e cinco mandados de sequestro de bens, todos expedidos pela Justiça Federal de Montes Claros (MG). A investigação foi feita com o auxílio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e do Ministério Público Federal.

De acordo com a PF, os envolvidos nessas negociações criminosas já teriam, neste ano de 2016, fraudado ao menos dois processos seletivos: o vestibular realizado na cidade de Mineiros (GO), ocorrido nos dias 15 e 16 de outubro, e o vestibular destinado à seleção para o curso de medicina, realizado na cidade de Vitória da Conquista (BA), nos dias 22 e 23 de outubro.

O próximo passo do grupo criminoso seria fraudar o Enem. No decorrer das investigações, a PF conseguiu identificar o repasse de gabaritos, por celular, para candidatos situados em diversas partes do país.

Os presos poderão responder, na medida de suas participações, pelos crimes contra a fé pública, o patrimônio, a paz pública, dentre outros delitos. Se condenados, as penas máximas aplicadas aos crimes ultrapassam 20 anos.

Já a Operação Jogo Limpo tem como alvo cumprir 22 mandados de busca e apreensão de pessoas suspeitas de terem cometido fraude no Enem e que fariam a prova novamente este ano. Segundo a PF, foram identificadas 22 pessoas que teriam apresentado respostas suspeitas de fraude, a partir da análise de gabaritos apresentados em anos anteriores. A identificação foi feita em conjunto com o Inep.

Confirmada a fraude, os investigados poderão responder pelos crimes de estelionato, cuja pena é reclusão de um a cinco anos e multa; uso de documento falso; fraude em certame de interesse público, cuja pena é reclusão de um a quatro anos e multa; e crime por integrar organização criminosa, reclusão de 3 a 8 anos e multa.

Repercussão no Fantástico

Uma reportagem especial do programa Fantástico, exibida na noite deste domingo (6) pela TV Globo, mostra detalhes da atuação da quadrilha. Clique aqui e confira ou assista no player abaixo.



(Com informações do G1, Fantástico e Agência Brasil)

26 COMENTÁRIOS

  1. A Sofía que apareceu na reportagem fraudando o ENEM era uma fervorosa FORA DILMA Contra a CORRUPÇÃO…kkkk. Viram quem são e o que realmente fazem os que ajudaram a derrubar um governo legítimo????

    • caráter não tem nada a ver com posição partidária
      assim como existem muitos “fora Dilma” corruptos, existem muitos “Term golpistas” que praticam corrupções também

    • Mais quem colocou temer lah foi vcs tbem ta reclamando de que filha ..?esse governo xexelento do pt que acabou com nosso pais ..essas porcarias..lula tirou o povo da pobreza e colocou em outra pior..

      • José Depois de tanto tempo de debate de ideias na internet não deu ainda para você criar um argumento, alguma opinião para retrucar quem defende o PT que seja original. Esse de que quem elegeu o Temer é quem defende o PT nunca colou. É só um argumento idiota que só serve para justificar opiniões ainda mais idiota por parte dos anti petistas.

      • O pior de tudo é que fica agora essa discussão imbecil,, sobrê quem roubou,,ou mais rouba,,. PMDB, PSDB, PT, OU OS OUTROS,.quando na realidade,. todos êles são profissionais de corrupção,,.ou seja,,. o Brasil não precisa de mudar nomes,.NÃO,já mudou demais,,ç. e nada,,.e sim,,. mudar o sistema político,,.como por ex,,.criar leis vardadeiras e durissimas contra a corrupção.ISSO SIM, É O ÚNICO CAMINHO E A LUTA VERDADEIRAMENTE NOSSA.

        • Concordo, temos que pegar o exemplo do Japão, China e por aí vai, países em que políticos ladrões são executados, com uma ressalva: Os familiare sdos mesmos teriam que arcar com os custos da execução.

        • As leis existem, basta ler o nosso Código Penal. Temos as penas mais severas do mundo, só não amputamos, não há prisão perpétua e nem pena de morte. De nada adiantaria ter se as cadeias estão lotadas de roubadores de carros, mas nenhum interceptador. Não precisamos de leis, mas de um judiciário que tenha vergonha, que honre o que está escrito no código e não fique dando voltinhas para não por os colarinhos brancos na cadeia. Esse é o país que crescemos ouvindo dizer que aqui, fazer coisas erradas “não dá em nada”.

      • José, pelamordedeus, pára de mimimi. Quem colocou Temer lá foram a turma do “fora Dilma” e não os eleitores da Dilma. Vá se informar e se atualizar sobre politica, procure saber tbm pq que o golpista Temer acabou sendo vice da Dilma tá.

    • Mas a turma do PT que esta presa. também não vivia criticando os políticos ladrões? O que tem haver isso? Todo cidadão Brasileiro que você conversar, dirá que é contra a corrupção, mas isso não o faz honesto! Você já viu alguém dizer que é a favor? Menos meu cato, menos!!!

  2. Grande coisa esse detector de metal, na escola aonde eu fiz minha prova isso so foi usado na porta dos banheiros ou seja podia entrar e sair? que vc não vai ser pego, so se vc quiser ir ao banheiro é claro

  3. É muito engraçado ver a vâ tentativa do gado de manobra do PT. Será que eles acham que irão soltar os bandidos do PT pq a garota foi pega? Será que eles pensam que a ANTA da Dilma era i ocente quando todos que estão PRESOS disseram que ela era a CHEFE do esquema de roubo? São mais que gado, são totalmente idiotas.

    • Meu querido Aguinaldo, quanto desrespeito cabe no seu triste comentário. Não sobrou espaço para informação, desnecessário também se tivesse espaço, já que vc não tem informação. Vá ler, estudar, conhecimento não ocupa espaço. Leia dicionário, pra saber o que vc está escrevendo. Se dispa dessa carga de ódio. Respeite mais, pratique o amor ao próximo. Fica a dica pra vc se tornar alguém melhor. Saúde e paz.

  4. Já não basta o prefeito de Montes Claros e sua mulher serem dois sujos serem dois sujos na politica ainda aparece mais uma quadrilha com pessoa de lá envolvidas? Que feio. Será que têm algum parentesco? Como podem serem contra a corrupção com uma atitude dessas? Bando de safados e vagabundos, deveriam ser exonerados do planeta.

  5. Viva 2016!

    Em 2016 houve fato fabuloso sim, apesar de Vanessa Grazziotin falar que não, dessa forma equivocada assim:

    “O ano de 2016 é, sem dúvida, daqueles que dificilmente será esquecido. Ficará marcado na história pelos acontecimentos negativos ocorridos no Brasil e no mundo. Esse é o sentimento das pessoas”, diz Grazziotin.

    Mas, por outro lado, nem que seja apenas 1 fato positivo houve sim! É claro! Mesmo que seja, somente e só, um ato notável, de êxito. Extraordinário. Onde a sociedade se mostrou. Divino. Que ficará na história para sempre, para o início de um horizonte progressista do Brasil, na vida cultural, na artística, na esfera política, e na econômica. 
    Que jamais será esquecido tal nascer dos anos a partir de  2016, apontando para frente. Ano em orientação à alta-cultura. Acontecimento esse verdadeiramente um marco histórico prodigioso. Tal ação acorrida em 2016 ocasionou o triunfo sobre a incompetência. Incrementando sim o Brasil em direção a modernidade, a reformas e mudanças positivas e progressistas. Enfim: admirável. 

    Qual foi, afinal, essa ação sui-generis?

    Tal fato luminoso foi o:

    — «Tchau querida!»*

    [(*) a «Coração Valente©» do João Santana; criada, estimulada e consumida. Uma espécie de Danoninho© ‘vale por um bifinho’. ATENÇÃO: eu disse Jo-ã-o SAN-TA-NA].

    Eis aí um momento progressista, no ano de 2016. Sem PeTê.

    A volta de decoro ao Brasil.

    Feliz 2017 a todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui