Home / Norte de Minas / Conduzidos pela PF negam crime ambiental em reserva indígena no Norte de Minas

Conduzidos pela PF negam crime ambiental em reserva indígena no Norte de Minas

A Polícia Federal conduziu coercitivamente 11 pessoas na manhã desta segunda-feira (24/10/2016) na operação “Para o Crime Não há Tutela”, de combate à extração, transporte e venda ilegais de madeira. A investigação apontou que os crimes eram cometidos nas terras Indígenas Xacriabá e no Parque Cavernas do Peruaçu, no Norte de Minas.

A investigação iniciou em 2013 após uma denúncia da comunidade Xacriabá, mas, de acordo com a PF, a participação dos indígenas no crime dificultou o recolhimento de provas. Entre os conduzidos está o cacique Antônio Possidônio de Souza. Durante o depoimento à PF, ele negou o crime, mas segundo o delegado, Pedro Dias, o cacique já foi identificado em mais de uma ação do Ibama e também da Polícia Federal.

“Ele nega, assim como os demais, que dizem que o crime não ocorreu. Mas estivemos com ele por mais de uma vez, o Ibama esteve com ele mais de uma vez e isso não é uma novidade, infelizmente”, afirma o delegado.

As árvores extraídas ilegalmente são aroeira, pau d’arco e ipê amarelo. Os cortes eram feitos na parte alta da área indígena, de forma seletiva com motosserras, o que dificulta calcular o dano ambiental para a região.

“O acesso a estes locais não se faz por meio de veículo. Lá eles fazem o corte das árvores, e, para descer do morro, utilizam animais, que descem arrastando esta madeira até um local aberto onde se possa estacionar um caminhão”, explica Pedro Dias.

O delegado afirmou ainda que as investigações irão continuar e os envolvidos podem responder por crimes ambientais e formação de quadrilha.

PF diz que várias autuações foram feitas na região (Foto: Polícia Federal/Divulgação)

(Fonte: G1 Grande Minas/Valdivan Veloso)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>