América perde para o Corinthians e fica mais perto da Série B

0

Virtual rebaixado à Série B, o América vai se despedindo de maneira melancólica da elite do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (16/10/2016), o time conheceu sua 20ª derrota na competição ao perder do Corinthians por 2 a 0, no Itaquerão, em São Paulo, pela 31ª rodada. Os gols da partida foram marcados pelo paraguaio Ángel Romero e por Rodriguinho, ex-jogador do Coelho.

O novo revés mantém o alviverde na lanterna do Brasileiro, com 21 pontos, dois a menos que o 19º colocado Santa Cruz, goleado por 3 a 0 pela Ponte Preta também neste domingo, no Moisés Lucarelli. A sete rodadas para o encerramento da Série A, a equipe treinada por Enderson Moreira teria de vencer todos os adversários e ainda torcer por combinação bastante improvável de resultados para conseguir a inimaginável permanência na Primeira Divisão.
Publicidade

Na próxima rodada, o América receberá o Atlético-PR, no Estádio Independência. O jogo acontecerá na segunda-feira, dia 24 de outubro, às 20h. Se perder do Furacão, poderá ter o rebaixamento matemático consolidado, desde que o 16º colocado (posição ocupada pelo São Paulo) alcance 39 pontos.

Já o Corinthians, que chegou ao sétimo lugar, com 48 pontos, e se aproximou do G6, visitará o Flamengo às 17h de domingo, 23/10, no Maracanã. Antes, contudo, tentará garantir vaga na semifinal da Copa do Brasil contra o Cruzeiro. Depois de vencer por 2 a 1 o confronto de ida disputado no Itaquerão, o Timão joga pelo empate nesta quarta-feira, às 21h45, no Mineirão.

Rodriguinho marcou um dos gols da vitória do Corinthians (Divulgação/Corinthians)

O jogo

Com grande fragilidade defensiva, o América já poderia ter tomado o primeiro gol aos 4min, mas Guilherme, ao receber assistência de Rodriguinho, chutou ao lado.

Durante todo o andamento do Brasileiro, o Coelho se notabilizou – de modo negativo – por sofrer gols no começo das partidas. Contra o Corinthians não foi diferente. Aos 15min, a arbitragem anulou o gol de Romero, que se aproveitou de rebote. Aos 16min, porém, o paraguaio estava em posição legal quando recebeu passe de Guilherme: 1 a 0.

Após desfazer a frágil retranca mineira, o Timão diminuiu o ritmo, chamou o América para seu campo de defesa e passou a apostar nos contra-ataques. Em um deles, aos 38 minutos, Guilherme tocou de peito para Uendel, que arrancou em velocidade. O lateral esquerdo devolveu para o camisa 10, que cruzou na medida para Rodriguinho finalizar de primeira no ângulo direito de João Ricardo, marcando um golaço antes do intervalo em Itaquera: 2 a 0.

Assim como fez após marcar o primeiro gol, o Corinthians começou o segundo tempo esperando o rival em seu campo de defesa para sair no contra-ataque. Aparentando um pouco de relaxo pela vantagem no placar, o Timão quase foi castigado aos 20 minutos, quando o meia americano Tony arriscou de longe, obrigando o goleiro Walter a se esticar todo para colocar em escanteio.

O susto serviu para o Corinthians acordar. Pouco depois da bomba de Tony, Guilherme fez bom lançamento para Rildo, que havia acabado de entrar no lugar de Marlone. O atacante testou para baixo na saída do goleiro João Ricardo, que defendeu com a perna.

A partir daí, o Corinthians passou a usar mais da velocidade para surpreender o time de Belo Horizonte. Isso muito em função das entradas de Rildo e Lucca nas vagas de Marlone e Guilherme, respectivamente. Com o sistema defensivo seguro, também por conta da fragilidade do América, que pouco ameaçou na etapa decisiva, o alvinegro garantiu o triunfo por 2 a 0 e se manteve firme na briga por uma vaga na Copa Libertadores de 2017.

(Fonte: Super Esportes)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.