Cinco municípios do Vale do Jequitinhonha estão no topo das abstenções de votos no país

0

Nove cidades do país tiveram índice de abstenção (quando o eleitor não comparece para votar) acima de 30% nestas eleições. Seis desses nove municípios ficam em Minas Gerais, inclusive os cinco primeiros colocados.

A cidade em que mais pessoas deixaram de votar foi Minas Novas, onde o índice de abstenção foi de 34,76%. Em seguida vem Rio Vermelho, com 33,5%, e em terceiro lugar, Berilo, com 32,16%. Veja o ranking:

1) Minas Novas (MG) – 34,76%
2) Rio Vermelho (MG) – 33,50%
3) Berilo (MG) – 32,16%
4) Novo Cruzeiro (MG) – 31,91%
5) Jenipapo de Minas (MG) – 31,66%
6) Ipueiras (CE) – 31,64%
7) Santa Isabel do Rio Negro (AM) – 31,20%
8) Santa Luzia (BA) – 30,81%
9) Chapada do Norte (MG) – 30,06%

A média nacional de abstenção foi de 17,58%. São percentuais que não se viam desde 1996. Os dados chamaram a atenção até do presidente Michel Temer, que viu no resultado do pleito um recado. “É um sentimento de decepção com toda a classe política”, afirmou durante encontro com a imprensa em Buenos Aires.

Jairo Nicolau, cientista político e especialista em sistemas eleitorais, acredita que o alto número de abstenções confirma, na verdade, que o voto obrigatório não tem mais o peso que tinha sobre as pessoas e que as punições não são suficientes para levar o eleitor às urnas.

Segundo Jairo Nicolau, não se trata, necessariamente, de desinteresse ou um voto de protesto. Há idosos e analfabetos que têm o voto facultativo, há pessoas sem dinheiro para pegar um ônibus e ir a votar, registros eleitorais desatualizados que ainda contemplam falecidos”, diz ele.

Para ele, os votos brancos e nulos são sim um sinal de descontentamento. “É um sentimento que começamos a ver em 2013, veio mais forte em 2015 e 2016 com as denúncias de corrupção e a crise do PT, que era uma espécie de reserva moral desse sistema político, e refletiu-se nessa eleição. É claro que aumentou o pessimismo das pessoas. Mas o que mais me assustou nessa eleição não foi uma pesquisa, senão a conversa com pessoas mais pobres que transformaram a insatisfação no não voto. É uma surpresa”, afirma Nicolau.

Menor índice

A cidade catarinense de Presidente Castello Branco teve o menor índice de abstenção, com 1,55%. Apenas 25 dos 1.611 eleitores da cidade não compareceram para votar.

Na sequência, aparecem dois municípios gaúchos: Travesseiro e Mampituba, ambos com 1,67%. A cidade de Capitão, também no Rio Grande do Sul, registrou 1,83% de abstenção.

Apuração e vereadores eleitos

Confira a apuração completa e os vereadores eleitos em www.eleicoesnobrasil.com.br

(Fonte: G1 e El País)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.