Incêndio criminoso destrói ônibus de cantor sertanejo e candidato a prefeito em Ribeirão das Neves

1
Semana do Empreendedorismo Sebrae Nanuque

Criminosos incendiaram o ônibus da dupla sertaneja Antonio Carlos e Renato em Ribeirão das Neves, na Grande BH. O crime ocorreu no fim da noite de quarta-feira (28/09/2016) na LMG-806, perto do Bairro Monte Verde. Antonio Carlos é um dos candidatos à prefeitura da cidade e acredita que o crime tenha motivação política.

Segundo a Polícia Civil, o motorista disse que foi rendido por quatro homens em duas motos quando seguia pela rodovia no sentido centro de Neves, conforme o registro da ocorrência. Os dois garupas sacaram as armas e mandaram ele parar o veículo. A vítima foi obrigada a desembarcar enquanto eles espalhavam líquido inflamável e ateavam fogo ao ônibus. Ele saiu correndo pelas margens da rodovia e o condutor de um ônibus de turismo parou para ajudá-lo. A Polícia Militar (PM) foi chamada. Os autores fugiram. O motorista da dupla disse que eles usavam toucas-ninjas e capacetes.

Nesta quinta-feira, Antonio Carlos contou à reportagem do Estado de Minas que estava em casa quando soube do episódio. Segundo ele, o ônibus da dupla costuma circular pela cidade. Ele e Renato participaram de uma reunião política na noite de ontem na região do Justinópolis e voltaram para casa em veículos separados. O motorista do ônibus não estava na reunião, apenas voltava de um dia de trabalho.

“Falaram que tinham dois caras numa moto, entraram lá dentro. No quebra-molas perto da Polícia Militar, onde tem um batalhão, talvez metros antes, foi onde o cara foi abordado”, explica o candidato. “Ele estava sozinho dentro do ônibus, o cara mostrou a arma do lado direito dele, entrou dento do ônibus, falou ‘perdeu, perdeu, perdeu’, o motorista saiu correndo, eles atearam fogo e em dois minutos a polícia estava lá”, explica.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas as chamas consumiram o veículo. De acordo com Antonio Carlos, o ônibus era um modelo 2010, valia cerca de R$ 200 mil e não tinha seguro total. Foi registrado um boletim de ocorrência do caso e o cantor espera que a polícia consiga identificar os autores por imagens de câmeras de segurança da rodovia.

Ônibus era um modelo 2010, avaliado em cerca de R$ 200 mil (Foto: Divulgação)

Atentados

Esta é a primeira vez em que Antonio Carlos se candidata a um cargo político. Desde então, ele passou a se movimentar acompanhado de seguranças. O sertanejo diz que outros ataques ocorreram desde que entrou na corrida política em Ribeirão das Neves. “Um mês atrás, dois motoqueiros do mesmo jeito, pararam do lado direito do meu carro. Como ando com carro blindado e seguranças, eles perceberam e voltaram na contramão, no Centro de Neves, perto da Apae”, conta.

A segunda ação ocorreu na semana passada, durante a madrugada, perto de uma agência bancária da cidade, segundo o cantor. “Teve moto lá, nós saímos correndo atrás dos caras, (os seguranças) deram uns tiros para cima”, diz. “Isso foi mais tarde, 1h, perto do Bradesco, depois do Epa. Ninguém foi atingido”. O candidato diz que relatou os dois casos à polícia quando registrou a ocorrência do ônibus.

Antonio Carlos acredita que há motivação política nos casos. “Eu tenho só Deus do meu lado e o povo de Neves que quer mudança. Nunca tive problema nenhum, toda vida fui aplaudido de pé, nunca precisei de segurança sendo cantor. Só agora que estou sentindo isso”, enfatiza.

A Polícia Civil informou que a ocorrência foi encerrada por volta das 4h desta quinta. O caso será investigado pela delegada Carla Conceição, de Ribeirão das Neves, que vai apurar as circunstâncias do crime.

Cantor desabafa em vídeo



(Fonte: Estado de Minas/Cristiane Silva)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.