Home / Leste de Minas / Casal suspeito de assassinato no Leste de Minas é preso nos EUA

Casal suspeito de assassinato no Leste de Minas é preso nos EUA

Um casal suspeito de ter participado na morte de um homem de 56 anos, em dezembro de 2014, na zona rural de Bugre (Leste de Minas), foi detido pela Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal) nesta terça-feira (27/08/2016), na cidade de Columbs, capital do estado do Ohio, nos Estados Unidos. Segundo a Polícia Civil (PM), Rosilda dos Santos Silva, de 25 anos, e o namorado Marcos Vinícius Antunes de Souza, de 26 anos, são considerados como autores do assassinato.

Ainda segunda a polícia, a Interpol já contatou a PC em Minas Gerais e o mandado de prisão passa a ser válido com o prazo de 15 dias a três meses para a deportação dos suspeitos. A polícia não informou como a prisão foi efetuada.

Entenda o caso

A vítima Silas Vieira Gomes, de 56 anos, foi executada em sua residência com um tiro na nuca, em dezembro de 2014, na zona rural de Bugre. Silas foi assassinado no dia do seu próprio aniversário. Em agosto deste ano, a Polícia Civil prendeu e apresentou dois dos quatro suspeitos de envolvimento na morte de Silas. Foram presos Vanda Lúcia Ferreira Vieira Gomes, de 49 anos, e Lucas Pedro da Silva, de 20 anos.

À época do crime, Silas era esposo de Vanda. As investigações apontaram que Vanda teria mandado matar o próprio marido. Ela encomendou e combinou a morte de seu esposo com sua sobrinha Rosilda, apontada como mediadora do plano do assassinato de Silas. Marcos Vinícius, namorado de Rosilda, é apontado como executor do disparo fatal.

Conforme a Polícia Civil, Vanda saiu de casa com o filho e deixou o marido sozinho para facilitar a execução do crime. De acordo com a Polícia Civil, Lucas Pedro é quem teria levado Marcos Vinícius de moto até a casa da vítima.

Segundo a Polícia Civil, o assassinato teve motivação financeira. “Dois sujeitos envolvidos neste crime torpe e bárbaro. A esposa da vítima pagou a quantia de R$ 100 mil, para que a sobrinha dela juntamente com o namorado, executasse o marido, inclusive, já houve a transferência do dinheiro. A motivação é financeira. A esposa da vítima queria ficar com os bens da vítima, como ficou”, disse o delegado regional de Ipatinga, Helton Cota.

Com a venda das terras adquiridas na herança, Rosilda pagou aos executores a quantia de R$ 100 mil reais. De posse desta quantia, os autores Marcos Vinícius e Rosilda fugiram do país rumo aos Estados Unidos.

Mulher e jovem foram detidos em Ipatinga (Foto: Davidson Fortunato/Inter TV dos Vales)

(Com informações do G1 dos Vales e Super Canal Caratinga)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>