Homenageados destacam simbolismo da Medalha JK

2
Semana do Empreendedorismo Sebrae Nanuque

O dia do 114º aniversário de nascimento do ex-presidente Juscelino Kubitschek foi marcado pela homenagem a 83 personalidades e três instituições dos cenários político, econômico, social e cultural do estado e do país, que receberam a Medalha Presidente Juscelino Kubitschek, em Diamantina, Território Alto Jequitinhonha.

A cerimônia foi aberta pelo prefeito da cidade, Paulo Célio de Almeida Hugo, que exaltou o local da entrega da comenda, o prédio histórico do 3º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais, localizado em um dos pontos mais altos da cidade.

“Estamos em um dos píncaros mais distintos de nossa cidade, praticamente visto de todos os ângulos e que, há quase 100 anos, é a sede do nosso querido 3º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais. Esse batalhão é um dos nossos maiores patrimônios”, afirmou.

A Praça JK, que todos os anos abriga o evento, está em obras, que incluem a restauração do Chafariz da Câmara, reforma das balaustradas, dos canteiros que ladeiam a estátua de Juscelino, pintura da Igreja de São Francisco e do Fórum e revitalização paisagística. Dividida em Grande Medalha e Medalha de Honra, a comenda agraciou personalidades de diversos setores como autoridades, lideranças políticas, desembargadores, professores, atletas e, militares, dentre outros.

Foram homenageadas 83 personalidades e três instituições dos cenários político, econômico, social e cultural do estado e do país (Foto: Veronica Manevy/Imprensa MG)

Agraciado com a Grande Medalha, o arcebispo de Diamantina, Dom Darci José Nicioli, afirmou que a homenagem é uma motivação para seguir prestando serviços ao município. “As medalhas são entregues a quem prestou relevantes serviços ao município. Estou em débito, já que cheguei há apenas quatro meses. É uma honra, uma deferência muito grande, ainda mais se tratando de uma medalha de Juscelino Kubitschek, um homem que foi um desbravador e nos provoca também para darmos o máximo, não só como pessoa, mas também como instituição”, disse.

Personalidades ligadas às tradições de Diamantina também foram homenageadas. É o caso do seresteiro Joaquim Pedro das Neves, agraciado com a Medalha de Honra e que cumpre a tarefa desde cedo. “Eu sou um simples seresteiro aqui de Diamantina e mexo com isso desde criança. Quando menino, eu acompanhava meu pai, que também era seresteiro. Depois que ele morreu, eu fui seguindo a tradição com os outros”, contou.

Prima de JK, Maria Cristina Kubitschek Cançado da Rocha Vianna Menezes destacou o simbolismo de receber a Medalha de Honra. “Recebo com muita honra pelo simbolismo que ela possui, do carisma, dos valores, dos princípios de Juscelino Kubitschek. Recebo também em nome de meus avós que, além de serem parentes de Juscelino, eram grandes amigos. Me sinto extremamente honrada e com responsabilidade maior de seguir em frente com esses valores no exercício da minha profissão”, afirmou Maria Cristina, que atua no Ministério Público do Rio de Janeiro.

Além das 83 personalidades, três instituições foram homenageadas na 21ª edição da Medalha JK. Uma delas é a Guarda Romana de Diamantina, que tem uma atuação destacada durante as comemorações de Semana Santa no município.

“A Guarda sai na Semana Santa e tem o objetivo de caminhar junto ao Cristo morto e guardar Nossa Senhora, como acontecia na época dos romanos. Fazemos o mesmo papel. Para a Guarda Romana, esse reconhecimento é muito bom, já que estamos em processo de reconhecimento de bens para nos tornarmos patrimônio histórico”, destacou.

Medalha

Criada em 1995 e concedida pela primeira vez um ano depois, a Medalha JK é entregue sempre no dia 12 de setembro, data que marca o nascimento de Juscelino Kubitschek. Neste ano, 86 personalidades e instituições foram homenageados – 21 com a Grande Medalha e 65 com a Medalha de Honra. A honraria foi entregue pelo governador Fernando Pimentel, pelo presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Adalclever Lopes, e pelo prefeito de Diamantina, Paulo Célio de Almeida Hugo.

Veja a relação de agraciados:

Grande Medalha

– Cosete Ramos Gebrim, doutora em Educação
– Dom Darci José Nicioli, arcebispo de Diamantina
– Douglas dos Santos Justino de Melo, atleta olímpico
– Éder Francis Carbonera, atleta olímpico
– Evandro Motta Marcondes Guerra, atleta olímpico
– Francisco Kupidloswki, secretário de Estado de Administração Prisional
– Gil Carvalho, arquiteto e urbanista
– Herbert José Almeida Carneiro, presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais
– Isaquias Queiroz dos Santos, atleta olímpico
– Lafayette Luiz Doorgal de Andrada, deputado estadual
– Luís Felipe Leite Quadros, presidente do Instituto JK de Estudos Políticos, Econômicos e Sociais
– Maurício Luiz de Souza, atleta olímpico
– Paulo Roberto Amador dos Santos, jornalista
– Ricardo Lucarelli Santos de Souza, atleta olímpico
– Sebastião Helvécio Ramos de Castro, presidente do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais
– Sérgio Augusto Veloso Brasil, coronel QOR PM
– Uilson Pedruzzi de Oliveira, atleta olímpico
– Valma Leite da Cunha, promotora de Justiça
– Wagner Wilson Ferreira, 2º vice-presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais
– Wallace Reis da Silva, atleta olímpico
– Willian Peixoto Arjona, atleta olímpico

Medalha de Honra

– Aílton Antônio de Aguilar, capitão QOR PM
– Alberto Diniz Júnior, desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais
– Bernardo Abraão Lopes da Silva, presidente da Associação de Ex-alunos da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais
– Carlos Eduardo Fayal de Lyra, cirurgião dentista
– Cássio Antônio dos Santos, major PM
– Cíntia Horta Rezende e Souza, major médica PM
– Claudio Landim, professor
– Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas de Minas Gerais – Conead
– Cristina de Moraes Pereira, 1º tenente PM
– Deborah Cristina Ribeiro Neves, estudante
– Dimas José Lopes, jornalista
– Epaminondas Pires de Miranda, prefeito Municipal de Serro
– Erlon de Souza e Silva, atleta olímpico
– Evandro Lopes da Costa Teixeira, desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais
– Fábio Henrique Machado Costa, médico
– Felipe José Fonseca Attie, deputado estadual
– Flávio José Fernandes Pires, presidente da Associação Comercial e Industrial de Diamantina
– Frederico Antunes Coelho Perpétuo, capitão PM
– Fundação Educacional Lucas Machado
– Guarda Romana de Diamantina
– Haendell Reis Pinheiro, capitão PM
– Heloiza Saraiva de Abreu, procuradora do Estado de Minas Gerais
– Helvécio Miranda Magalhães Júnior, secretário de Estado de Planejamento e Gestão
– Ione Maria Pinheiro, deputada estadual
– Jeferson Douglas Soares Estanislau, deputado estadual
– João Batista Miguel, secretário de Estado Adjunto de Cultura
– João Cruz Reis Filho, secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento
– João Octacílio Silva Neto, chefe da Polícia Civil de Minas Gerais
– João Ricardo Wanderley Dornelles, professor universitário
– Joaquim Pedro das Neves, seresteiro
– José de Souza Moreira, pastor
– José Fernando Marreiros Sarabando, procurador de Justiça do Estado de Minas Gerais
– José Manoel Filho, advogado
– Leonardo Henrique de Oliveira, 1º tenente PM
– Leonardo Morreale Diniz Portela, deputado estadual
– Loja Maçônica União Diamantinense
– Luiz Moreira Gomes Júnior, diretor Acadêmico da Faculdade de Direito de Contagem
– Luiz Sávio de Souza Cruz, secretário de Estado de Saúde
– Magid Figueiredo Ali, chefe de Gabinete da Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais – Cohab
– Maicon de Andrade Siqueira, atleta olímpico
– Marcelo Gonçalves de Paula, juiz de Direito
– Márcio André de Souza, 3º sargento PM
– Marco Antônio de Rezende Teixeira, secretário de Estado de Casa Civil e de Relações Institucionais
– Maria Aparecida de Jesus, presidenta do Partido dos Trabalhadores em Minas Gerais
– Maria Aparecida de Oliveira Grossi Andrade, desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais
– Maria Cristina Kubitschek Cançado da Rocha Vianna Menezes, desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro
– Miguel Ângelo Monteiro Andrade, subsecretário de Estado da Juventude da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania
– Mônica Libânio Rocha Bretas, desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais
– Murai Caetano de Oliveira, empresário
– Murilo de Campos Valadares, secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas
– Odair José da Cunha, secretário de Estado de Governo
– Otílio Prado, assessor especial do Governador
– Paola Antonini França Costa, modelo
– Paulo César Vicente de Lima, promotor de Justiça
– Paulo Roberto Lamac Júnior, deputado estadual
– Petrônio Alves de Souza, chefe de Gabinete da Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais
– Polyana Cristina Barbalho, capitão PM
– Renato Luís Dresch, desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais
– Sheldon Geraldo de Almeida, chefe da Assessoria Jurídica da Governadoria
– Tereza Cristina Santiago Faria, assistente social
– Thaís Karina Pereira, administradora
– Tito Bruno Miranda Torres Duarte, deputado estadual
– Wanderley Salgado de Paiva, desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais
– Wellington Alves Pereira, major PM

Cerimônia de entrega da 21ª Medalha JK (Manoel Marques/Imprensa MG)

Cerimônia de entrega da 21ª Medalha JK (Veronica Manevy/Imprensa MG)

Cerimônia de entrega da 21ª Medalha JK (Manoel Marques/Imprensa MG)

Cerimônia de entrega da 21ª Medalha JK (Manoel Marques/Imprensa MG)

Cerimônia de entrega da 21ª Medalha JK (Marcelo Sant’Anna/Imprensa MG)

Cerimônia de entrega da 21ª Medalha JK (Manoel Marques/Imprensa MG)

(Fonte: Agência Minas)

2 COMENTÁRIOS

  1. UM GRANDE ESTADISTA, DR. JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA.
    Elevou e ostentou o nome do País.
    Nunca pensava em eleições, mas sim, nas gerações futuras.
    Nosso carinho, eterno Presidente JK.
    Nossas preces como ramalhetes de flores.
    GRATIDÃO!
    ( Médicos, Odontólogos, amigos de Diamantina).

  2. O presidente merece todos os aplausos, mas acho essa cerimonia uma pouca vergonha, trazer tantos políticos que nunca vieram na nossa querida cidade, não tem historia nenhuma com a cidade, não entendo o critério usado para tal evento, vcs deveriam dar a medalha para pessoas da cidade mesmo que lutam por uma cidade melhor e não trazer esses fantasma para ganhar medalha na nossa cidade.

Deixe uma resposta para Francis, Haydée- familiares ( Paris-França) Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.