Dez pessoas são presas por furto de gado no Leste de Minas Gerais

0

Dez pessoas foram presas preventivamente na segunda fase da operação Abigeato que investiga uma organização criminosa de furto de gado no Leste de Minas Gerais. Os envolvidos foram detidos em seis cidades da região, nessa quinta-feira (01/09).

As investigações começaram em janeiro deste ano e em julho outras nove pessoas foram presas na primeira fase da operação. Segundo a PC, os presos são suspeitos de furtarem gado nos municípios de Caratinga, Ipatinga, Coronel Fabriciano, Timóteo, Santana do Paraíso e Raul Soares. Em apenas cinco meses, mais de 100 cabeças de gado foram furtadas.

O delegado Rodrigo Cavassoni informou que até o momento 46 cabeças de gado foram recuperadas e 13 devolvidas aos proprietários dos animais. Outros 25 bovinos de origem suspeitas estão à disposição da justiça. Durante a segunda fase da operação, foram encontrados oito bovinos sem identificação em Raul Soares. De acordo com a polícia, os criminosos apagam as marcas que ficam na pele dos animais para identificar o dono.

“Esses animais são de alto valor, alguns deles chegam a custar R$ 10 mil por cabeça. Além dos animais, nós também apreendemos com os suspeitos os veículos que eles usavam para transportar os gados. As investigações apontam que depois de furtados, os animais eram revendidos. Com isso nós também conduzimos durante esta operação dois receptadores”, explicou o delegado.

A Polícia Civil informou ainda que as investigações continuam e dois suspeitos ainda estão foragidos.

Ação investiga furto de gado no Leste de Minas (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

(Fonte: G1 dos Vales)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.