Home / Brasil / Queijo do Serro será apresentado em feira nos Jogos Rio 2016

Queijo do Serro será apresentado em feira nos Jogos Rio 2016

O tradicional (e famoso) queijo do Serro, no município homônimo, localizado na Região Central de Minas, será apresentado e comercializado durante as Olimpíadas 2016, no Rio de Janeiro. Produtores da iguaria artesanal de Minas participam da Feira dos Povos e Comunidades Tradicionais e Produtos da sociobiodiversidade , que começa na quarta-feira (17/08) e prossegue até domingo (21/08). Os produtos serão expostos no Pier Mauá (no Centro da Cidade) e no Jardim Botânico.

A feira é organizada pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário e faz parte da programação dos Jogos Olímpicos com objetivo de valorizar e divulgar a sociobiodiversidade brasileira e seus produtos. O evento reúne 24 empreendimentos, cooperativas e associações de comunidades tradicionais voltadas para o artesanato e e representantes dos biomas Cerrado, Amazônia, Caatinga, Mata Atlântica, Pampa, Pantanal, Costeiro e Marinho.

O secretário da Associação dos Produtores de Queijo Artesanal do Serro (Apaqs),Tulio Madureira da Silva, destaca que o evento durante as Olimpíadas 2016, além de servir para a divulgação do queijo do junto aos turistas nacionais e estrangeiros, será uma oportunidade para se mostrar a necessidade de mudanças na legislação que cria barreiras para a comercialização do produto em outros estados. Ele destaca que, por causa da burocracia imposta pelo Ministério da Agricultura e Pecuária, é muito pequeno o número de produtores que já conseguiram se adequar às normas que possibilitam a venda do produto fora dos limites de Minas Gerais.

De acordo com a associação, a região congrega 700 produtores em 11 municípios, que, juntos, têm uma produção anual de 3,65 mil toneladas – 10 toneladas por dia – do famoso queijo artesanal. A iguaria é produzida na Região do Serro há pelo menos 314 anos, segundo os registros oficiais. Para viabilizar a participação no evento no Rio de Janeiro, os produtores do queijo artesanal do Serro receberam o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio a Pequena Empresa (Sebrae Minas).

Valorização

Tulio Madureira destaca que, na feira, serão exibidos os investimentos realizados pelos produtores na melhoria do processo de maturação (envelhecimento) do queijo, que garante melhor paladar e também maior remuneração do produto, ampliando o mercado. “Serão expostos queijos com o tempo mínimo de maturação de 17 dias”, informou.

O secretário da Apaqs ressalta que o queijo do Serro tem uma ligação histórica com a cidade-sede das Olimpíadas 2016. Segundo ele, nos tempos do Brasil Colônia, o produto do Serro era enviado ao Rio de Janeiro em cargas que seguiam pela Estrada Real. O queijo servia para escoar o contrabando de ouro e diamante e acabou adquirindo fama por conta da sua qualidade. “Alguns séculos depois nosso queijo “curado” retorna ao Rio de Janeiro como produto nobre e especial nos Jogos Olímpicos”, comenta Tulio Madureira.

Queijo do Serro (Foto: Blog Paneleiros)

(Fonte: Estado de Minas/Luiz Ribeiro)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>