23 pessoas são presas durante operação da PM em Ipatinga

0

Vinte e três pessoas foram detidas nessa quarta-feira (20), em Ipatinga, após o encerramento de uma operação da Polícia Militar em conjunto com o Ministério Público (MP) que durou nove meses. A ação, primeira operação da Companhia Especial da PM (Cia Mesp), ganhou o nome de “Alpha 12”, fazendo uma alusão à primeira letra do alfabeto grego.

O combate ao tráfico de drogas foi o principal alvo, já que o crime desencadeia outros como roubos e homicídios. Além das prisões ocorridas ontem, foram apreendidos 17 papelotes de cocaína, 13 celulares, mais de R$3 mil reais em dinheiro, €10 euros, U$10 dólares, 17 bolsas femininas, joias e documentos.

O comandante da 12ª Região da Polícia Militar, o Coronel Edvânio Carneiro explica que durante o tempo da operação vários crimes foram evitados. “As prisões ocorridas foram preventivas e com laços probatórios eficientes para que essas prisões fossem decretadas. Conseguimos evitar pelo menos cinco homicídios com provas. Estes indivíduos que ficam às margens da lei precisam ser presos para que possamos prevenir crimes e ao mesmo tempo realizar a repressão”, disse.

Durante a operação (9 meses) foram empregados 158 militares, 46 viaturas. Foram cumpridos 31 mandados de prisão e 36 de apreensão. Ainda foram apreendidos 3kg de crack, 9,5kg de maconha, 28 buchas da mesma droga, quatro porções, 46 papelotes e 12 pinos de cocaína e 13 frascos de loló. Ainda foram recolhidas 14 armas de fogo e 65 munições de diversos calibres.

Operação em Ipatinga cumpriu mandados de prisão e apreensão (Foto: PM / Divulgação)

(Fonte: Diário Popular)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.