Greve de motoristas ameaça interromper transporte de eucalipto na região

1

Os motoristas que trabalham para a Transportadora São José de Capivari, no transporte de eucalipto para a empresa Suzano decidiram entrar em greve por tempo indeterminado. A decisão ocorreu após inúmeras tentativas frustradas, exigências não cumpridas pela empresa, e o clima de insatisfação dos trabalhadores que, cobram a regularização trabalhista e condições de segurança no exercício de suas funções no transporte rodoviário. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Teófilo Otoni e Região, José Carlos Melo dos Anjos, no início deste mês houve o indicativo de greve dos profissionais, para que se chegasse a um acordo entre as partes. Para tal, foi estipulado judicialmente um prazo para que a empresa adequasse ao pagamento dos funcionários e as normas de segurança ora exigidas, data expirada no último dia 11 de fevereiro.

Segundo ele, os profissionais aguardaram a resposta, ou melhor, cumprimento integral das exigências, algo que não se concretizou, culminando com a deflagração da greve dos motoristas por tempo indeterminado.

“Com a greve dos motoristas haverá um prejuízo para a empresa, a Suzano, já que o eucalipto é a matéria-prima para a produção da celulose”, afirmou.

Segundo Melo, diante dos constantes atrasos nos pagamentos de salários, não pagamento das férias, 13° salários, diferenças salariais de 2015, falta de recolhimento de FGTS e viagem realizadas em veículos com condições precárias, a situação chegou a um ponto insustentável.

Por sinal, pelo que foi apurado, a empresa São José não teria a garantia (financeira) para cumprimento do acordo trabalhista firmado entre empresa e sindicato, que culminou com a paralisação dos funcionários. Diante do cenário, que antevê a impossibilidade, incapacidade da empresa São José arcar com os valores e cumprimentos trabalhistas, o jurídico do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários, estuda a possibilidade de cobrar a Suzano, para que a mesma assuma a responsabilidade de quitar os trabalhadores da empresa.

Os motoristas que trabalham para a empresa Transportadora São José de Capivari no transporte de madeira para a empresa Suzano decidiram entrar em greve – Foto: Diário de Teófilo Otoni

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários, José Carlos Melo dos Anjos, a Suzano será acionada sobre o cumprimento das exigências trabalhistas e de segurança dos funcionários – Foto: Diário de Teófilo Otoni

Os trabalhadores rodoviários contratados para o transporte de eucalipto para a Suzano, empresa do interior paulista, anunciaram a paralisação por tempo indeterminado – Foto: Diário de Teófilo Otoni

(Diário de Teófilo Otoni)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.