Home / Leste de Minas / Problemas de abastecimento de água provocam protesto na BR-116 em Alpercata

Problemas de abastecimento de água provocam protesto na BR-116 em Alpercata

Revoltados com os problemas de abastecimento de água vividos desde que o rio Doce foi atingido pelos rejeitos de minério da barragem de Fundão, da Samarco, que se rompeu no início de novembro em Mariana, moradores de Alpercata, município de 7 mil habitantes e que fica a 25 km de Governador Valadares, resolveram fechar a BR-116 por mais de 6h neste domingo (20/12), tumultuando a vida de quem passava pela rodovia.

Os manifestantes atearam fogo em entulhos e pneus, interditando os dois sentidos da rodovia. Uma longa fila de veículos se formou ao longo do dia. Assista ao vídeo:

Segundo uma moradora da cidade, de 58 anos, que preferiu não ser identificada, a cidade nunca enfrentou problemas de abastecimento. “Mudei para cá novinha e só agora estou vivendo isso. No início, logo após o rompimento da barragem, vinham caminhões-pipa que colocavam nos reservatórios e transmitiam para as casas. Mas nas últimas semanas a coisa ficou feia, nem mesmo água mineral estão mandando”, reclamou.

Ainda conforme a mulher, os caminhões enviados pela Samarco pararam de chegar, uma vez que autoridades afirmam que a água tratada do rio Doce já está apta para o consumo. “Apesar disso meus parentes de Valadares estão mandando a gente não tomar mais dessa água. Já notei que quando dou banho no meu neto com essa água o corpo dele fica como se fosse uma lixa. A minha filha estourou a boca toda e achamos que é isso. Absurdo o que estamos tendo que passar”, disse a moradora.

Por conta do protesto, muitas pessoas que estavam de passagem pela cidade acabaram presas. “Foi uma confusão só. Meu filho que vive em Valadares queria voltar e desistiu, apesar de ter que trabalhar cedinho. Só agora no início da noite que liberaram. Mas as pessoas tem que entender, a nossa situação é crítica”, finalizou.

Procurada, a Samarco informou que passou a fornecer oito caminhões-pipa por dia para Alpertaca logo após a interrupção do abastecimento de água no município. “Mesmo após o restabelecimento da Estação de Tratamento de Água, a empresa permanece fornecendo quatro caminhões-pipa, diariamente”, dizia a nota divulgada pela mineradora.

Com relação à reclamação de que já há algum tempo não recebem água mineral da empresa, a Samarco alegou que, até o dia três de dezembro, 204 mil litros foram entregues ao município. “Após esta data, a empresa seguiu orientação da prefeitura municipal de Alpertaca de que não havia mais necessidade de distribuição de água, pois a água potável já estava chegando às casas”, finalizou.

(Fonte: O Tempo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>