Dois homens são assassinados em menos de 12 horas em Governador Valadares

0

Um homem de 39 anos foi morto a tiros na noite dessa sexta-feira (4/12), em Governador Valadares (MG). Ademir Rodrigues da Silva estava em um bar na Rua Juiz João Costa, no Vila Bretas, quando um homem chegou e efetuou três disparos contra ele. Os disparos acertaram o pescoço e a cabeça da vítima, que morreu no local.

Segundo a Polícia Militar (PM), quando eles chegaram encontraram Ademir já sem os sinais vitais. De acordo com a ocorrência, um policial militar passava próximo ao bar no momento do crime e ao perceber um carro em alta velocidade fugindo da cena do crime, ele seguiu o veículo em sua motocicleta, porém, no bairro Nossa Senhora das Graças, perdeu contato visual com o automóvel.

Várias viaturas iniciaram rastreamento e localizaram o carro. Ao abordar o proprietário, de 26 anos, ele afirmou aos policiais que foi convidado pelo suspeito, de 31 anos, para fazer um “corre”, dizendo que iria matar uma pessoa. Ele acrescentou que foram até o bar e o suspeito, de 31 anos, pediu a ele para que o deixasse antes do bar e o pegasse mais na frente. Em seguida, eles fugiram e o suspeito ficou próximo ao bairro Jardim Pérola. Dentro do automóvel foram encontrados cinco cartuchos de calibre 38 e uma camisa. O carro utilizado no crime foi recolhido e removido. Segundo informações da família da vítima, o crime teria sido motivado por outro homicídio, ocorrido no bairro São Paulo. Nesse dia, o sobrinho da vítima foi morto pelo mesmo suspeito do crime desta sexta-feira. O proprietário do veículo foi preso e conduzido à delegacia. O outro homem não foi localizado.

Nivaldo Dias Santiago foi assassinado em sua casa na Avenida Carandaí, na área rural do bairro Nova Vila bretas – Foto: Caso de Polícia / Facebook

Idoso morto dentro de casa

Um homem de 72 anos foi encontrado morto na manhã desta sábado (5/12) em sua casa, na avenida Carandaí, área rural do bairro Nova Vila Bretas. Nivaldo Dias Santiago foi vítima de violência física e estava nu, com as mãos amarradas em uma corda. A casa estava totalmente arrombada, com objetos fora do lugar. Uma barra de peso foi encontrada dentro da casa, a qual, segundo a Polícia Militar, provavelmente foi utilizada para arrombar a casa.

De acordo com o capitão da Polícia Militar Thiago Emanuel de Souza, um vizinho da vítima chegou à residência e, logo na entrada, percebeu que as coisas estavam reviradas. Ainda segundo o capitão, o fato que está sendo investigado aconteceu pela madrugada ou pela manhã e aparenta ser um roubo no qual duas ou mais pessoas estão envolvidas. “Pela situação da casa revirada pudemos observar que existe participação de terceiros neste homicídio. Ele estava nu e tudo indica que os suspeitos estavam à procura de algo, supostamente escondido. Mas até o momento não temos nenhum suspeito”, explicou.

Segundo um amigo de longa data da vítima — que não quis se identificar por medo de represálias —, Nivaldo sempre teve boa convivência com a vizinhança. “Fiquei surpreso ao saber da notícia. Ele não tem inimizade com ninguém e era um homem muito bom. E o mais estranho é que nenhum material de valor foi retirado da casa. Esse crime parece até um mistério”, contou.

Várias pessoas estiveram no local, o qual foi isolado pela PM. A perícia esteve presente e removeu o corpo para o Posto de Perícia Integrada (PPI). A Polícia Civil investigará a motivação e autoria do crime, o qual chocou a família e os moradores da região.

(Fonte: Diário do Rio Doce)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.