Medalha JK contará com número menor de agraciados neste ano

0

Solenidade, aberta ao público, será realizada em 12 de setembro, às 10 horas, em Diamantina.

O presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Adalclever Lopes (PMDB), participou, nesta segunda-feira (10/8/15), de reunião do Conselho da Medalha Presidente Juscelino Kubitschek, para definir detalhes sobre a entrega da honraria, em Diamantina (Região Central do Estado). O parlamentar, que preside o conselho, destacou a proposta do governo de reduzir o número de agraciados para cerca de 90 pessoas. Decreto permite que sejam homenageadas até 120 personalidades. A solenidade, neste ano, será realizada em 12 de setembro, às 10 horas, na Praça JK, e será aberta ao público.

Segundo o prefeito de Diamantina, Paulo Célio de Almeida Hugo, a medalha tem um significado importante para a cidade. Ele destacou que, na solenidade, são homenageadas personalidades importantes de diversas áreas.

Também participaram da reunião o presidente da Casa de Juscelino, Serafim Melo Jardim; a assessora especial da presidência do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Raquel Starling; a chefe do cerimonial do Governo do Estado, Mariana Estrela; o representante do Instituto JK, Rosendo Magela Reis; e o chanceler das Medalhas, Cid Velloso.

Medalha – A medalha JK, dividida nas categorias Grande Medalha e Medalha de Honra, foi criada em 1995 pela Lei 11.902, e é entregue a personalidades e instituições dos setores político, econômico, social e cultural que contribuíram para o desenvolvimento do Estado e do País. A comenda é concedida anualmente na data de nascimento de Juscelino Kubitschek (12 de setembro).

Integrantes do conselho da Medalha discutiram detalhes da cerimônia – Foto: ALMG/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.