Deslizamento de terra mata operário em obra da prefeitura em Ipatinga

0

Vítima trabalhava na construção de um muro de contenção no bairro Esperança. Em nota, prefeitura lamentou o ocorrido.

Um homem de 44 anos morreu soterrado após um deslizamento de terra na tarde desta sexta-feira (22/05), no Bairro Esperança, em Ipatinga. Um rapaz também ficou ferido. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, uma empreiteira que prestava serviços para a Prefeitura da cidade estava construindo um muro de arrimo no local, quando o acidente ocorreu.

“Quando chegamos no local um dos trabalhadores já havia sido resgatado pelos próprios colegas, e o outro estava desaparecido. Após 40 minutos de exaustiva procura encontramos o homem soterrado, a cerca de dois metros de profundidade, e, infelizmente, sem vida”, explica o tenente Oberdan Inácio, do Corpo de bombeiros.

Bombeiros procuraram vítima fatal por cerca de 40 minutos (Foto: Patrícia Belo / G1)

O ajudante Matheus Augusto da Silva, de 24 anos, contou que também quase foi soterrado, mas foi puxado pelos amigos. “A terra chegou a ficar na minha cintura. Foi tudo muito rápido, só olhei e vi o momento em que o barranco cedeu, e meus companheiros me puxaram. Meu colega de trabalho que morreu estava atrás de mim, e nada pude fazer para ajudá-lo”, diz o ajudante que trabalha na obra há dois meses.

O engenheiro responsável pela obra, Clécio Rodrigues, conta que todos os funcionários estavam com os equipamentos de segurança no momento do acidente, e que o muro estava com a escora para evitar o deslizamento. “Foi uma fatalidade. Vamos prestar todo o apoio para familia do funcionário que veio a óbito, e o departamento juridico vai cuidar de tudo. O que posso adiantar é que a obra estava dentro da legalidade, estávamos cumprindo todas as medidas de segurança”, conta.

O homem de 44 anos era da Bom Jesus do Galho. O corpo foi liberado e encaminhado para o Instituto Médico Legal de Ipatinga.

Em nota, a Prefeitura de Ipatinga, dia que a obra era executada pela empresa Minasleste e sua fiscalização estava a cargo da empresa Consominas. “A Administração Municipal se solidariza com a família neste momento difícil, a quem vai prestar toda a assistência necessária”.

(Fonte: Inter TV dos Vales / G1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.