Morador de Bom Jesus do Galho perde 215 kg apenas com dieta

0

Lucas Tristão, que pesava 320 kg em dezembro de 2013, pesa atualmente 103 kg. O sucesso foi conseguido somente com dieta e caminhadas.

Após perder a mãe que também era obesa mórbida, um mineiro de 30 anos, morador da cidade de Bom Jesus do Galho, no Rio Doce, conseguiu emagrecer mais de 215 kg em um ano e cinco meses fazendo apenas dieta e caminhadas. Lucas Santiago Mendes Tristão pesava 320 kg em dezembro de 2013 e, nesta quinta-feira (7) já pesava 103 kg.

“Eu vi a minha mãe morrendo de um infarto fulminante e, desde então, botem na minha cabeça que eu precisava de mudar de vida. Ela faleceu no fim de novembro e no início de dezembro eu já comecei a minha dieta”, contou. Ele fez apenas um acompanhamento com a nutricionista do posto de saúde da cidade, que fazia um acompanhamento mensal indo até a casa de Tristão.

Lucas Mendes exibe foto do antes e depois (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

No começo, era necessário usar uma balança para pesar bovinos para conseguir descobrir o peso dele. “Já no primeiro mês perdi 18 kg, depois 19, 20. Teve um momento em que foi difícil, engordei um pouco após ficar internado e pensei em desistir, mas consegui vencer com muita força de vontade e no mês seguinte perdi 22 kg. Hoje posso pesar até em balanças portáteis”, comemora. Ele também fala que o suporte da família e dos amigos também foram muito importantes para conseguir atingir a meta.

No princípio, devido ao excesso de peso, Tristão conta que era difícil fazer exercícios. “Nos primeiros seis meses eu não aguentava andar, ficava muito cansado, com sono, me sentia mal mesmo. Mas depois desse período eu já tinha perdido 50 kg e comecei a andar aos poucos. Hoje caminho todos os dias 6 km”, lembrou.

Obesidade de família

Lucas Tristão lembra que sempre foi obeso e tem vários familiares com excesso de peso. O principal da dieta foi cortar massas, sanduíches, fritura, “tudo o que faz mal”, segundo ele. “Fácil não foi, mas eu penso que a gente tem que ter vergonha na cara e não pode deixar a comida dominar a gente. Eu não cortei nada completamente, como hambúrguer, tomo refrigerante, mas nada em exagero como era antes”, explica.

Ele também conta que até perder tanto peso ele não entendia porque as pessoas falam que obesidade é uma doença, mas que hoje consegue ver. “Felizmente eu me curei dela sem tomar remédio, sem fazer cirurgia nem nada. Só mesmo a determinação e vontade de vencer”, celebra Tristão.

Desde que emagreceu, Lucas também recuperou a autoestima que, segundo ele, não existia antes. “Eu não tinha intimidade com mulher nenhuma, tinha medo de chegar mesmo. Desde então eu já conheci uma mulher, uma pessoa muito boa. Chegamos a nos separar, mas agora estamos juntos de novo. Vamos ver no que dá”, brinca.

(Fonte: Jornal O Tempo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.