Duas pessoas morrem em acidentes no Vale do Mucuri

0

Acidentes aconteceram na MG-105, em Crisólita, e na BR-418, no trevo de acesso a Ataléia.

Um homem e uma mulher morreram em dois acidentes neste final de semana nos municípios de Crisólita e Ataléia, no Vale do Mucuri.

No sábado, 11 de abril, por volta das 19h30, Paulo Henrique Moreira Rodrigues, de 25 anos, morreu em um acidente envolvendo uma moto e um carro no quilômetro 165 da MG-105, no município de Crisólita. De acordo com o Instituto Médico Legal (IML) de Teófilo Otoni, a vítima conduzia a motocicleta e com a batida foi arremessada para fora da pista.

Ainda segundo o IML, Paulo não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O corpo foi necropsiado pelo legista Júlio Cesar Campos, que concluiu a causa da morte como sendo um traumatismo cranioencefálico (TCE). A vítima também sofreu fraturas no fêmur esquerdo, joelho esquerdo, tíbia e fíbula (perônio) esquerda, ombro esquerdo e mandíbula.

Paulo Henrique residia em Águas Formosas, onde trabalhava como mecânico e eletricista de automóveis. O inquérito policial estará a cargo da Delegacia de Polícia Civil de Águas Formosas.

Paulo Henrique Moreira Rodrigues, de 25 anos, e Maria do Carmo Ferreira dos Santos, de 54, morreram em acidentes na MG-105, em Crisólita, e na BR-418, no trevo de acesso a Ataléia – Fotos: Cedidas pelo IML de Teófilo Otoni / Francisco Couy

Trevo de Ataléia

Na BR-418, no trevo de acesso a Ataléia, a colisão entre um carro e um caminhão vitimou uma mulher de 54 anos no final da manhã deste domingo (12). De acordo com o IML de Teófilo Otoni, Maria do Carmo Ferreira dos Santos retornava de um evento religioso em Medina, quando na altura do trevo de Ataléia, o condutor do veículo em que estava deparou com uma carreta atravessando a pista.

Para não colidir frontalmente, o motorista desviou o veículo para o lado de acesso ao trevo e veio a colidir contra um caminhão, que trafegava na MG-412, no sentido Ataléia/BR-418. Maria do Carmo ficou gravemente ferida e chegou a ser socorrida com vida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas não resistiu e veio a óbito a caminho de um hospital de Teófilo Otoni.

O corpo foi encaminhado para o IML de Teófilo Otoni, onde foi necropsiado pelo legista Júlio Cesar Campos, que concluiu a causa da morte como sendo um traumatismo tóraco-abdominal fechado. O corpo foi liberado para familiares e será sepultado em Linhares (ES), onde a vítima residia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.