Casal do Norte de Minas morre em acidente durante viagem de férias no estado de Pernambuco

0

Casal morava em Pai Pedro, no Norte de Minas Gerais. A filha deles está internada em estado grave no Hospital da Restauração (HR), em Recife.

Uma colisão frontal envolvendo dois carros de passeio deixou três pessoas mortas na manhã deste sábado, 17 de janeiro, no quilômetro 19 da BR-423 em São Caetano, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, um casal estava em um dos veículos com duas crianças quando o condutor, Cícero Alves Barbosa, de 37 anos, teria invadido a contramão. Ele e a esposa, Diolina Rosa Alves Barbosa, de 41 anos, morreram no local. O motorista do outro veículo, David da Silva Bezerra, de 25 anos, também morreu na mesma hora.

Acidente aconteceu na BR-423, no Agreste de Pernambuco (Foto: Amanda Dantas / TV Asa Branca)

Um adolescente de 12 anos foi levado para o Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru. De acordo com os médicos que fizeram o atendimento, ele sofreu apenas ferimentos e não corre risco de morrer. Já a menina, identificada como Maísa Alves Barbosa, de 6 anos de idade, foi transferida em estado grave em um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para o Hospital da Restauração (HR), em Recife.

De acordo com a assessoria de comunicação do HR, a garota está na emergência pediátrica e o estado de saúde é grave. Ela está inconsciente e respira com ajuda de aparelhos.

Ainda segundo a PRF, uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para retirar os corpos das ferragens. A polícia informou que a placa do carro onde o casal estava é de Pai Pedro (MG). Dentro do veículo, havia um mapa que indicava um trajeto de Porteirinha (MG) a Caruaru, também no Agreste de pernambucano.

Filha do casal foi levada em estado grave para um hospital de Recife (Foto: Reprodução / TV Globo)

Futuro das crianças

Ainda não se sabe se as crianças irão morar em Caruaru ou em Pai Pedro (MG), uma vez que a família do pai é pernambucana e a da mãe, mineira. “Eles são muito apegados à família de Minas Gerais, mas ainda é muito cedo para definir”, afirma Patrícia Alves, irmã de Cícero Alves Barbosa, de 37 anos, uma das vítimas. Valdir Oliveira, amigo da família da mãe das crianças, afirma que “eles decidiram que isto vai ser definido depois que os meninos terminarem o tratamento médico”.

Estavam de férias

O casal e os filhos realizavam viagem de férias em Caruaru, onde estavam desde o dia 5 de janeiro na casa dos pais de Cícero Alves Barbosa. “Eles tinham vindo na páscoa do ano passado e voltaram novamente. Tinha passado os últimos dias na praia de São José da Coroa Grande e retornado na segunda-feira passada. Inicialmente, eles iriam passar 30 dias, mas decidiram antecipar o retorno”, detalha Patrícia Alves. Ela afirma, ainda, que a família “não está acreditando” na notícia. “A gente ainda não conseguiu ver nada de enterro. Eu acho que o velório vai ser na casa dos meus pais, não sei”.

A família de Diolina Rosa recebeu a notícia por meio de Valdir Oliveira. “Foi um choque muito grande! O pai dela está indo para Caruaru, com o carro da funerária. Ele deve chegar amanhã [domingo, dia 18] para liberar o corpo [do IML]. Eles eram gente boa demais, um povo muito unido e trabalhador”, afirma o amigo. O casal tinha se conhecido em São Paulo e morava em Pai Pedro há mais de 10 anos, onde o homem era dono de uma oficina. “O enterro dele deve ser em Caruaru, já que era vontade dele, mas a mulher vai ser enterrada em Pai Pedro, pois a família dela é toda do município”, acrescenta Valdir.

Aguardam liberação

Os corpos das vítimas ainda não foram liberados do Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru. Uma terceira vítima envolvida no acidente, David da Silva, era de Cachoeirinha, também no Agreste, e teria saído de uma vaquejada no município quando o acidente ocorreu, de acordo com Erileide Filha, prima dele. David será enterrado no cemitério dessa cidade.

(Fonte: TV Asa Branca / G1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.