Homem que matou jovem de 16 anos em Governador Valadares é condenado a 25 anos de prisão

0

Gian Luís Alves foi condenado pelo Tribunal do Júri e sentenciado pelo juiz a 25 anos e 10 meses de reclusão. O julgamento durou aproximadamente 14 horas.

O acusado do assassinato da adolescente Ana Gabrielly Nascimento Santos, em janeiro de 2013, Gian Luís Alves, foi condenado a 25 anos e 10 meses de prisão, no julgamento que aconteceu na sexta-feira (28). Delvane Ferreira Alves, acusado de ocultar o corpo da vítima, foi absolvido. O julgamento começou às 8h terminou por volta das 22h.

De acordo com os assistentes de acusação, advogados Marco Siqueira e Marcos Oliveira, que trabalham na comarca de Belo Horizonte e Curvelo, o acusado Gian Luís Alves foi condenado por homicídio triplamente qualificado — motivo fútil, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima. Pelo homicídio ele foi condenado a 23 anos e 4 meses em regime fechado. E por subtração e ocultação de cadáver, recebeu pena de 2 anos e 6 meses de reclusão, totalizando uma pena de 25 anos e 10 meses. Já o acusado Delvane Ferreira Alves foi inocentado do crime de ocultação de cadáver, mas permanece preso, já que responde por tráfico de drogas.

Segundo Marco Siqueira, o resultado foi satisfatório. “Haja vista que não viemos a Valadares em busca de vitória ou derrota, viemos buscar justiça e isso foi feito no tribunal do júri. Foi um debate quente, mas muito proveitoso e alcançamos o resultado que desejávamos. O crime revoltou a sociedade e principalmente a dignidade da mulher, porque quem ama não pode ‘desamar’ e fazer o que [ele] fez com aquela moça”, disse, complementando que a defesa pode recorrer. “Eles podem recorrer, mas acredito que se fizerem farão da melhor forma possível, porque são grandes advogados aqui da comarca. Mas acredito que o tribunal não irá reformar em nada a decisão, porque o juiz ao aplicar a pena fez uma avaliação muito importante com relação ao réu. E o próprio juiz percebeu a surpreendente frieza.”

Para o advogado Marcos Oliveira, a pena de 25 anos e 10 meses foi justa. “É o que o Código manda aplicar, e o juiz foi muito bem na sua sentença; ficamos satisfeitos. O Delvane, que foi absolvido, ficou muito bem apurado pelas provas que ele deveria ser absolvido e nós ficamos satisfeitos. Estamos mostrando para Governador Valadares que a justiça foi bem empregada”, concluiu.

Autor foi condenado a 25 anos e 10 meses de prisão (Foto: reprodução/Humberto Lemos)

(Diário do Rio Doce)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.