23 de setembro de 2018 - 19:57

Home / Vale do Jequitinhonha / Agente penitenciário encontra maconha e celular dentro do presídio de Itaobim

Agente penitenciário encontra maconha e celular dentro do presídio de Itaobim

Na manhã de domingo (16/03), o agente penitenciário Jean Cássio Alves Silveira, encontrou duas barras de maconha embrulhadas em um pacote, juntamente com um celular e dois chips, que estavam dentro de um ralo do banheiro onde os albergados tomam banho, no presídio de Itaobim, no Vale do Jequitinhonha (MG).

Esta é a segunda vez, em menos de dois meses, que os agentes encontram drogas dentro do presídio.

De acordo com a Polícia Militar, o presídio não é murado. “Existe apenas um alambrado. Isso facilita os presos receberam drogas até através de linhas de carretel que são jogadas na rua para que a droga seja amarrada e recolhida por eles”, informou um policial.

Segunda vez em menos de dois meses

Na noite de domingo 9 de fevereiro, dois homens foram surpreendidos pelos agentes, fazendo tráfico de drogas dentro do presídio.

Um deles é suspeito de enviar drogas para fora do presídio, com a ajuda de um faxineiro, que cumpre pena como albergado.

A polícia vai investigar também, como a droga chegava até à cela de Jonathan Ricardo Soares de Oliveira, de 30 anos, responsável pela venda da droga.

O flagrante foi possível, depois que três agentes penitenciários desconfiaram de uma marmita que estava com a tampa entreaberta e que foi recolhida após o jantar dos detentos, pelo faxineiro Mauro Cesar Alves Miranda, de 36 anos. Ele era albergado e pode perder o benefício.

Ousadia

A surpresa dos agentes foi com a ousadia dos bandidos. Ao abrir a marmita encontraram a maconha que estava enrolada dentro de um papel higiênico e junto com um bilhete destinado a um tal PC com os seguinte dizeres: “Com essas 3 que estão indo, são 23 paradas e para o Renê, 9 paradas brancas. Já dei 2 paradas para o correria que pagou a questão aqui. Quando tiver acabando seu chá, me avisa para você não ficar falando.”

A polícia explicou que 9 paradas brancas seriam 9 papelotes de cocaína e chá, é uma referência à maconha. “Correria” é a pessoa que busca e a entrega a droga para outro. O bilhete e as buchas de maconha foram apreendidos.

Os envolvidos responderão a processo por tráfico de drogas.

(Gazeta de Araçuaí)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>