Home / Norte de Minas / Recuperação de estradas do Projeto Jaíba vai beneficiar mais de dois mil agricultores

Recuperação de estradas do Projeto Jaíba vai beneficiar mais de dois mil agricultores

Mais de dois mil produtores terão o escoamento da produção facilitado com a recuperação de 305 quilômetros de estradas internas no perímetro de irrigação Jaíba, no Norte de Minas. A obra, que será realizada por meio de convênio entre a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e a Fundação Rural Mineira (Ruralminas), do Governo de Minas. A ordem de serviço assinada nesta sexta-feira (7), às 9h, no auditório da Emater, no Distrito de Mocambinho – Jaíba (MG), com a presença do secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Zé Silva, e do presidente da Codevasf, Elmo Vaz.

O investimento total na ação será de aproximadamente R$ 5,8 milhões. Desse valor, a maior parte – cerca de R$ 4,8 milhões – é proveniente da Codevasf. A outra parte entra como contrapartida do Governo de Minas.

“Estradas vicinais em situações precárias são um entrave ao desenvolvimento da agricultura. Melhorar as condições de trafegabilidade, de acordo com projetos ambientalmente sustentáveis, garante o escoamento da produção, além de melhorar as condições da população que moram no entorno do perímetro”, explica o secretário Zé Silva.

A recuperação das estradas vai melhorar a circulação interna – que fica comprometida no período chuvoso, de aproximadamente 1,8 mil famílias de agricultores familiares e de 230 pequenos e médios produtores da Etapa I do perímetro, segundo o engenheiro agrícola e analista em Desenvolvimento Regional da Codevasf, Marcos Egídio.

“É um avanço para os agricultores irrigantes porque vai viabilizar o escoamento com menos perdas na produção e sem danos nas frutas, por exemplo. Isso acaba refletindo no valor final do produto”, afirma o gerente do Distrito de Irrigação Jaíba (DIJ), Marcos Medrado. O DIJ é uma associação civil, sem fins lucrativos, que reúne os irrigantes da Etapa I.

Uma novidade nas obras de recuperação das estradas será o uso de tecnologia sul-africana, que aplica um estabilizador de solo, pouco utilizado no Brasil. O estabilizador é um agente químico que proporciona acúmulo das partículas de argila, garantindo maior durabilidade do serviço, sem provocar a impermeabilização do solo. Além de favorecer a infiltração das águas de chuva no solo, o produto reduz a formação de poeira, buracos e lama.

A tecnologia será aplicada em 10 quilômetros de estradas que cortam o perímetro Jaíba, como experiência-piloto na região. Uma vez analisada a relação custo/benefício, a tecnologia poderá ser incorporada em outros trabalhos de recuperação executados pela Ruralminas.

A Ruralminas é responsável pela contratação e execução da obra de recuperação de estradas internas do perímetro irrigado Jaíba. O prazo para conclusão dos trabalhos é de 12 meses, a contar da assinatura da ordem de serviço.

Jaíba

O perímetro de irrigação Jaíba está localizado nos municípios mineiros de Jaíba, Matias Cardoso e Verdelândia, na região do Médio São Francisco, à margem direita do rio São Francisco. As vias de acesso ao perímetro são a BR-122, a 27 quilômetros de Montes Claros, com seu prolongamento asfaltado até a cidade de Janaúba; e a MG-401, também asfaltada, até Mocambinho.

No Jaíba, o destaque é para a produção de frutas, principalmente limão – em parte exportado para Europa –, banana, mamão e manga. A produção de grãos – milho e feijão –, mandioca e sementes de hortaliças também é importante para a agricultura familiar. Em 2012, a produção global da Etapa I foi de aproximadamente 170 mil toneladas, com uma receita bruta de cerca de R$ 130 milhões. A área total dessa etapa do perímetro é de quase 33 mil hectares, sendo que 24,7 mil hectares são irrigáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>