Suspeito de matar militar em Campinas é preso em Espinosa

0

Foi preso nessa quinta-feira (23/01) o homem suspeito de ter assassinado um policial militar em Campinas (SP). Gullit Fernandes de Oliveira foi encontrado na zona rural de Espinosa, no Norte de Minas Gerais.

O militar Arides Luiz dos Santos, de 44 anos, estava à paisana em um posto de gasolina, no dia 12 de janeiro, quando foi abordado por assaltantes. Ele teria reagido, e, por isso, foi baleado. Santos não resistiu aos ferimentos e morreu.

A polícia paulista investiga se a morte de 12 pessoas, na madrugada do dia 13, tenha relação com o assassinato do militar. Existe a suspeita de que policiais tenham vingado a morte de Santos.

Após o crime, a Polícia Civil de Campinas iniciou uma investigação e descobriu que Oliveira tinha familiares na cidade do Norte de Minas. Segundo o delegado de Espinosa, Herivelton Ruas Santana, os avós do suspeito moram na cidade.

Policiais de Campinas vieram para Minas Gerais e foi realizada uma operação conjunta. A ação durou mais de 24 horas e terminou com a detenção de Santos em um local entre Espinosa e Sebastião Laranjeiras (BA). “Conseguimos prender o homem dentro de uma casa, na zona rural”, informa Santana. Segundo o delegado, o suspeito será ouvido em Campinas; entretanto, ele não divulgou o dia em que o preso será transferido.

(Imagem ilustrativa)

(Fonte: O Tempo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.