Alto Jequitinhonha tem mais de 420 mil habitantes e apenas 30 leitos de UTI

0

A população do Alto Jequitinhonha poderá sofrer sérias consequências caso as medidas de contenção da disseminação do novo coronavírus (Covid-19), impostas pelos governos federal, estadual e municipais, não surtam efeito. Segundo a Assessoria de Comunicação da Superintendência Regional de Saúde de Diamantina (MG), em resposta ao Aconteceu no Vale, a macrorregião conta com 30 leitos de UTI (unidade de tratamento intensivo), sendo 20 adultos, oito neonatais e dois pediátricos. A estrutura é necessária no tratamento de pacientes que apresentam sintomas críticos da doença, quando são utilizados respiradores mecânicos.

“Salientamos que a Superintendência Regional de Saúde de Diamantina, juntamente com os municípios e instituições hospitalares, já realizaram o Plano de Contingência para enfrentamento do Covid-19, que prevê a abertura de novos leitos potencialmente adaptáveis para atendimentos aos pacientes graves.”, informou o órgão.

A situação é extremamente preocupante e, por isso, prefeitos da região estão tomando medidas drásticas para tentar parar a circulação do vírus. Em Turmalina (MG), o prefeito Carlinhos Barbosa decretou isolamento domiciliar e social, além de suspender todas as atividades comerciais com atendimento ao público, permitindo apenas os serviços de entrega de estabelecimentos que comercializem bens essenciais à saúde, higiene e alimentação (padarias, açougues, sacolão, supermercados, restaurantes, farmácias, mercearias, etc.). Os moradores deverão solicitar os seus produtos por telefone ou outros meios disponibilizados.

Em Capelinha (MG), o prefeito Tadeuzinho Abreu decretou situação de emergência e determinou o fechamento de parte do setor comercial do município. Em nota divulgada na manhã deste sábado, dia 21 de março, a Prefeitura informou que prepara um novo decreto com medidas mais duras, incluindo o fechamento das entradas da cidade, para conscientização, orientação e conferência de quem chega de outros municípios.

Segundo a Prefeitura de Capelinha, muitas pessoas ainda não estão levando a sério o perigo de ser contaminado pelo vírus e estão nas ruas ou se aglomerando em supermercados, farmácias e outros comércios. “Temos que ser enérgicos nesse momento com quem insiste em “brincar” com este assunto. Fale com seu familiar, fale com seu amigo, alerte seu vizinho. Não saia de casa!”

MUNICÍPIOS DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE SAÚDE DE DIAMANTINA

  • Alvorada de Minas – 3.606 pessoas
  • Araçuaí – 36.708 pessoas
  • Aricanduva – 5.231 pessoas
  • Berilo – 11.932 pessoas
  • Capelinha – 37.784 pessoas
  • Carbonita – 9.405 pessoas
  • Chapada do Norte – 15.356 pessoas
  • Coluna – 8.873 pessoas
  • Congonhas do Norte – 5.045 pessoas
  • Coronel Murta – 9.222 pessoas
  • Couto de Magalhães de Minas – 4.410 pessoas
  • Datas – 5.410 pessoas
  • Diamantina – 47.723 pessoas
  • Felício dos Santos – 4.753 pessoas
  • Francisco Badaró – 10.332 pessoas
  • Gouveia – 11.825 pessoas
  • Itamarandiba – 34.735 pessoas
  • Jenipapo de Minas – 7.692 pessoas
  • José Gonçalves de Minas – 4.501 pessoas
  • Leme do Prado – 4.918 pessoas
  • Materlândia – 4.459 pessoas
  • Minas Novas – 31.484 pessoas
  • Presidente Kubitschek – 3.002 pessoas
  • Rio Vermelho – 12.846 pessoas
  • Sabinópolis – 15.470 pessoas
  • Santo Antônio do Itambé – 3.838 pessoas
  • São Gonçalo do Rio Preto – 3.167 pessoas
  • Senador Modestino Gonçalves – 4.156 pessoas
  • Serra Azul de Minas – 4.293 pessoas
  • Serro – 20.966 pessoas
  • Turmalina – 19.964 pessoas
  • Veredinha – 5.720 pessoas
  • Virgem da Lapa – 13.752 pessoas

– TOTAL – 422.578 pessoas (População estimada em 2019 pelo IBGE)

Quer saber as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão? Siga-nos no Facebook @aconteceunovale, Twitter @noticiadosvales e Instagram @aconteceunovale.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.