Polícia registra sete homicídios no Leste de Minas

0

Um jovem de 21 anos foi morto a tiros após fugir de uma abordagem policial em Naque, no Leste de Minas, na noite de sábado (18/01/2020). Segundo informações da Polícia Militar (PM), ele estava em atitude suspeita com um objeto na mão e não obedeceu a ordem de um dos militares.

Ainda de acordo com a PM, Elias Osório de Oliveira Silva saiu correndo e apontou o objeto em direção a um dos policiais, que atirou para se defender. O jovem foi atingido na região do tórax e estava segurando uma arma.

Os militares socorreram o jovem ao Hospital Jaques Gonçalves Pereira, em Perpétuo Socorro, mas ele não resistiu aos ferimentos. Elias tinha passagens por tráfico de drogas, receptação e lesão corporal.

A arma do policial foi recolhida para perícia. O caso é investigado.

Homem é morto em distrito de Aimorés

Um homem de 42 anos foi assassinado no distrito de Conceição do Capim, município de Aimorés (MG), na sexta-feira (17/01). De acordo com a Polícia Militar, Gilcimar Loubach foi surpreendido na Rua Agenor Rangel da Fraga e atingido por seis tiros.

Segundo a PM, a motivação do crime estaria relacionada com uma vingança, já que Gilcimar é suspeito de ser mandante de um homicídio no município.

A perícia foi ao local e constatou perfurações na cabeça, braço e tórax de Gilcimar. O corpo foi encaminhado ao IML de Governador Valadares (MG). A Polícia Civil vai investigar o caso.

Morto com facada no pescoço em Central de Minas

Um homem de 31 anos morreu após levar uma facada no pescoço em Central de Minas, no Leste do Estado, na sexta-feira (17/01). Segundo informações da Polícia Militar, um suspeito se entregou e confessou o crime. A motivação será investigada.

Testemunhas contaram à PM que viram os dois envolvidos brigando na Rua Ercilio Adriano Filho, no Centro da cidade. Em seguida, o suspeito foi visto deixando o local e Aguinaldo Domingos da Silva foi encontrado morto. A perícia da Polícia Civil foi chamada e recolheu uma faca, que estava cravada no pescoço da vítima.

Após as informações das testemunhas, os policiais foram até a casa do suspeito. A esposa falou que ele não estava e forneceu o número do celular dele. Os militares ligaram e conversaram com o homem, que estava na casa de amigos e decidiu se entregar. A equipe da PM foi até a residência no Distrito de Floresta, onde fizeram a prisão.

Ao ser preso, o suspeito disse que reagiu após Aguinaldo Domingos da Silva se aproximar dele com uma faca. O corpo da vítima foi levado para o IML de Governador Valadares (MG). O caso foi encaminhado para a Polícia Civil.

Morto com sete tiros em Timóteo

Um homem de 38 anos foi assassinado no distrito de Cachoeira do Vale, município de Timóteo (MG), na manhã de quinta-feira (16/01). A vítima foi atingida por sete tiros.

Segundo a Polícia Militar, Ricardo Augusto da Silva estava andando pela rua quando foi abordado por dois suspeitos. Logo após atirar contra a vítima, segundo testemunhas, eles pularam em uma casa abandonada e fugiram por um beco. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas o homem já estava morto.

De acordo com a PM, três suspeitos foram detidos durante a tarde. Através de denúncias, os militares conseguiram apreender dois adolescentes de 17 anos e um jovem de 19, que auxiliou os dois menores no crime.

Segundo a polícia, a vítima foi detida no dia 18 de dezembro do ano passado por posse ilegal de arma de fogo.

Jovem é assassinado em Governador Valadares

Um jovem de 25 anos foi morto a tiros no bairro Palmeiras, em Governador Valadares (MG), no fim da tarde desta quarta-feira (15/01/2020). Segundo a Polícia Militar (PM), Alonso Lopes da Silva bateu no portão do suspeito e foi recebido a bala.

Alonso foi atingido várias vezes e morreu no local. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Governador Valadares.

Ainda segundo a PM, autor e vítima têm passagens pela polícia por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

A motivação do crime pode estar ligada ao tráfico de drogas. O autor foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil.

Assassinado com 30 tiros em Coronel Fabriciano

Um homem de 31 anos foi morto em Coronel Fabriciano, no Vale do Aço, na tarde de terça-feira (14/01). Segundo a Polícia Militar, o corpo de Jefferson Mendes de Oliveira foi encontrado com 30 marcas de tiros no bairro Córrego Alto, próximo ao Santuário Nossa Senhora da Piedade.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi atingida nos braços, costas pescoço, cabeça, mão esquerda e lado esquerdo do tórax.

Ao lado do corpo foi encontrada uma máscara de um personagem do filme V de Vingança. Será investigado se o objeto significa alguma mensagem ou apenas foi utilizado pelo autor para esconder a identidade dele durante o crime.

Familiares contaram à PM que o homem saiu de casa pela manhã sem dizer onde ia. De acordo com a PM, a vítima tinha passagens por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

Após trabalho da perícia, o corpo foi encaminhado para o IML de Ipatinga. A autoria e a motivação do crime são investigadas pela Polícia Civil.

Homem é morto na zona rural de Mutum

Um homem de 50 anos foi morto na zona rural de Mutum, no Leste de Minas, na noite de terça-feira (14/01). Segundo a Polícia Militar, a vítima foi encontrada caída no chão e ensanguentada em um dos quartos na casa onde morava.

Ainda de acordo com a PM, um funcionário de José Justino de Oliveira contou que horas antes o homem havia recebido um irmão e um sobrinho e que, enquanto jantavam, perceberam que os cachorros da propriedade latiam muito.

Após as visitas irem embora, o homem pediu ao funcionário que fosse investigar o motivo da agitação dos cachorros, sugerindo que pudesse ser um cachorro do mato atacando as galinhas da propriedade.

O funcionário contou aos militares que havia se afastado cerca de 100 metros da casa quando ouviu um disparo de arma de fogo e voltou para a residência, chamando pelo patrão.

Ele disse que entrou na residência e encontrou o homem ensanguentado, mas que o patrão fez sinal para que ele saísse em silêncio. O funcionário disse que fugiu e foi de moto até a casa de uma irmã da vítima avisar sobre o ocorrido.

O irmão de José Justino de Oliveira foi ouvido pelos policiais e contou que durante o jantar o homem chegou a dizer que era a última vez que chupava manga. O irmão disse ainda que sabia que a vítima havia se desentendido com dois homens em um bar.

Os militares localizaram os dois indivíduos apontados pelo irmão da vítima, mas eles negaram qualquer problema com o homem. Os policiais fizeram buscas, mas nada de suspeito com encontrado com os dois indivíduos.

Ninguém foi preso. O crime é investigado pela Polícia Civil.

Quer saber as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão? Siga-nos no Facebook @aconteceunovale, Twitter @noticiadosvales e Instagram @aconteceunovale.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.