Professor é preso suspeito de abusar sexualmente de alunas dentro de escola em Minas Novas, no Vale do Jequitinhonha

0

Um professor de educação física de 39 anos foi preso suspeito de abusar sexualmente de três alunas de 7 anos em Minas Novas, no Vale do Jequitinhonha. Segundo a Polícia Civil, as crianças relataram que os abusos ocorreram no banheiro e em uma sala de materiais de uma escola estadual.

“A escola tem o hábito de realizar semanalmente uma roda de conversa com os alunos sobre assuntos gerais. Em uma dessas ocasiões, uma das vítimas confidenciou que teria sido abusada, assim como outras duas coleguinhas”, explica a delega Carolina Máximo Alves.

Ainda de acordo com a delegada, uma das três crianças contou que foi abordada no banheiro, enquanto fazia xixi e que o professor tocou nas partes íntimas dela. As outras vítimas também disseram que tiveram as partes íntimas tocadas enquanto pegavam um cone na sala de materiais, após serem chamadas pelo homem. Os abusos, segundo a Polícia Civil, ocorreram em outubro deste ano.

As crianças ainda contaram à polícia que sentiam medo do professor e tinham resistência em participar das aulas. A delegada destaca que a direção da escola colaborou com o trabalho da Polícia Civil.

O professor foi encaminhado para o Presídio de Capelinha. Ele pode responder por crimes de estupro de vulnerável, com penas que variam de oito a 15 anos.

Favorecimento à prostituição

Carolina Máximo explica ainda que professor é investigado em outro inquérito por favorecimento à prostituição. Ele ofereceu dinheiro para duas menores de idade para que mantivessem relações sexuais com ele. O processo já foi encaminhado à Justiça.

Delegada e policiais que participara da investigação e fizeram a prisão do professor – Foto: Polícia Civil / Divulgação

Nota da Secretaria de Estado de Educação

Leia nota da Secretaria de Estado de Educação na íntegra

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) informa que a equipe de inspeção escolar da Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Diamantina, responsável pela coordenação das escolas no município de Minas Novas, já está acompanhando o caso e, juntamente com a direção da unidade escolar envolvida, tomando as providências necessárias. Um relatório de apuração preliminar já foi encaminhado para o Núcleo de Correição Administrativa (Nucad) da SEE, que irá analisar o caso para tomar as medidas administrativas cabíveis.

A SEE ressalta que tem total interesse na elucidação dos fatos e está à disposição dos órgãos competentes para o esclarecimento do caso o mais breve possível. De acordo com a SRE, a direção está oferecendo apoio às crianças e seus responsáveis e a equipe pedagógica da escola desenvolveu atividades educativas com os alunos com o foco na prevenção da violência. Sobre o profissional envolvido na denúncia, a Secretaria informa que ele está afastado das atividades escolares desde o dia 18 de novembro.

VER PRIMEIRO: Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.