Uso racional da água na produção sustentável é tema de seminário em Almenara, no Vale do Jequitinhonha

0

Cerca de 300 pessoas compareceram ao seminário “A água e a fruticultura no Jequitinhonha”, realizado na sexta-feira (22/11), em Almenara. O evento, voltado para os rumos do plantio de frutas na região, discutiu o potencial hídrico do local, políticas públicas de fomento à atividade econômica, o funcionamento de perímetros irrigados e a atração de investidores.

Além da presença de profissionais e parceiros com conhecimento na gestão de recursos hídricos do território, o evento teve a participação do secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Germano Vieira. O titular da pasta falou sobre a viabilidade do desenvolvimento econômico feito em bases sustentáveis.

“É muito importante entender a relação convergente que a produção sustentável tem para o meio ambiente. E o evento de hoje veio justamente nessa linha: aproveitar um setor de destaque econômico, que pode se desenvolver bem no Vale do Jequitinhonha, e casar com o bom uso da água, de maneira racional e eficiente. De um lado, se preserva o recurso hídrico e, por outro, gera-se emprego e renda para a população”, afirma.

A secretária de Agricultura e Meio Ambiente de Almenara, Vanda Miranda, destacou que a região tem alto potencial no cultivo de frutas como banana, abacaxi, maracujá e mamão, mas precisa de apoio técnico para deslanchar. Um dos objetivos é se tornar um polo do porte do Projeto Jaíba, que usa água do Rio São Francisco para a produção de frutas no Norte de Minas. 

“O Projeto Jaíba também teve um começo, por isso, enxergo que esses seminários são o pontapé para o desenvolvimento do nosso potencial. É muito importante que a gente chame as pessoas para o Vale do Jequitinhonha”, diz.

O seminário foi realizado por parceria entre Sebrae Minas, Prefeitura de Almenara, e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater–MG). Entre os organizadores também estão o Banco do Nordeste, o Comitê da Bacia Hidrográfica do Médio e Baixo Jequitinhonha, o Sindicado dos Produtores Rurais (Sinrural), a Associação dos Produtores de Fruticultura Irrigada de Jequitinhonha (Aspifije), o Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG), a Associação do Municípios do Baixo Jequitinhonha (Ambag) e a Prefeitura de Jequitinhonha.

VER PRIMEIRO: Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.