Operação fiscaliza venda ilegal de gás em Salinas e Taiobeiras

0
Semana do Empreendedorismo Sebrae Nanuque

O 8° Pelotão de Bombeiros realizou nessa terça-feira (15), juntamente com a 4° Delegacia Regional da Polícia Civil, sediada em Taiobeiras, a fiscalização nos locais de armazenamento e comercialização irregular do gás de cozinha (GLP) por meio da 2ª Operação Gás Legal da Região.

O sucesso da ação se dá em virtude da integração entre órgãos da segurança pública estadual e respaldo legal dos municípios de Salinas/Taiobeiras (Poder Judiciário, Executivo e Promotoria de Justiça), sendo empregadas 2 viaturas do Corpo de Bombeiros e 6 bombeiros na ação. A Polícia Militar, através da 2ª Cia PM Ind, disponibilizou uma guarnição e a Prefeitura de Taiobeiras disponibilizou 3 fiscais e 02 apoiadores.

O embasamento legal para a iniciativa é a Lei 14.130/01 regulamentada pelo Decreto 44.746/08 que dispõe sobre a Prevenção contra Incêndio e Pânico no Estado de Minas Gerais.

BALANÇO DA OPERAÇÃO:

Foram realizadas 15 vistorias de fiscalização, em respostas ao Disque Denúncia Unificado (DDU/181), sendo dessas: 13 em Taiobeiras e 2 em Salinas. Recipientes de combustíveis armazenados de forma irregular foram apreendidos e 02 pessoas foram detidas e conduzidas para Delegacia de Taiobeiras. Todo o material apreendido foi repassado para Depositários Fieis após lavratura de termo próprio.

É importante ressaltar que a primeira operação, realizada em julho, teve como resultado positivo além de apreensões e notificações, a procura por regularização de diversos empreendimentos, o que reforça o a efetividade da iniciativa.

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais reafirma o compromisso com a sociedade na prevenção contra acidentes e sinistros diversos.

Foto: Reprodução / WhatsApp
Foto: Reprodução / WhatsApp
Foto: Reprodução / WhatsApp

VER PRIMEIRO: Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.