Artesã Zezinha já expôs trabalho nos EUA

0

A artesã Maria José Gomes da Silva, de Coqueiro Campo, no município de Turmalina (MG), terá espaço exclusivo durante a “Mãos do Vale: Feira de Artesanato do Vale do Jequitinhonha”, que acontece de 19 a 21 de setembro em Diamantina.

Zezinha, como gosta de ser chamada, tem no artesanato sua única fonte de renda. Apesar de produzir produtos variados, são as bonecas de cerâmica que ganharam destaque no trabalho da artesã e tornaram-na conhecida no Brasil e no exterior. Ela já apresentou suas obras na Exposição Mulher Artesã Brasileira, nos Estados Unidos, evento promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2013. 

As bonecas da Zezinha chamam a atenção e encantam a todos pela pela expressividade dos traços. O gosto de transformar o barro em obra de arte começou ainda na adolescência. E esse amor pelo artesanato já dura 40 anos. Zezinha viu na habilidade manual uma oportunidade para ajudar os pais e a família no sustento da casa. “O artesanato é tudo na minha vida, pois foi o meio que nós encontramos para conseguir sobreviver. Tudo que eu conquistei devo ao artesanato”, explica.

A artesã conta que o objetivo principal em participar da Mãos do Vale é conhecer o trabalho de outros colegas e fazer contatos. “Estamos preparando as peças para a feira, mas vamos mesmo para conhecer outras pessoas que também trabalham com artesanato. Na medida do possível, a gente vai trabalhando e aprendendo. Isso já virou uma rotina nas nossas vidas”, conta.

Foto: Divulgação

Reconhecimento

A guinada no trabalho dos artesãos do Vale do Jequitinhonha foi em 2005, quando o Sebrae Minas começou a aplicar cursos de capacitação e de gestão para a Associação dos Artesãos de Coqueiro Campo. A instituição também ajudou na criação da marca e do site do grupo, além de cartões de visita, embalagens e placas de sinalização para acesso à comunidade. E levou as artesãs para exposições em várias cidades do país. Em novembro de 2006, a então presidente da associação, Maria do Carmo Barbosa Souza, recebeu em São Paulo o Prêmio Sebrae TOP 100 de Artesanato, o que possibilitou à instituição a obtenção do título de uma das cem melhores unidades produtivas de artesanato do Brasil. Já em dezembro daquele ano, a associação comemorou a venda de duas mil bonecas para a Fundação Banco do Brasil, encomendadas para presentear clientes.

Foto: Divulgação

VER PRIMEIRO: Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.