Humorista discute com plateia após críticas a Jair Bolsonaro em Teófilo Otoni

1
Semana do Empreendedorismo Sebrae Nanuque

O show do comediante mineiro Gustavo Mendes, famoso por interpretar a ex-presidente Dilma Rousseff, foi interrompido depois de uma discussão com integrantes da plateia e terminou com registro policial na cidade de Teófilo Otoni, do Vale do Mucuri.

Gustavo se apresentava na noite de sexta-feira (30/08) no Expominas de Teófilo Otoni quando o show foi interrompido por vaias e críticas da plateia, depois de comentários criticando o atual presidente da República, Jair Bolsonaro.

Vídeos que circulam no Youtube mostram o momento de parte das discussões. Enquanto algumas pessoas vaiam e xingam Gustavo, ele pede que seguranças retirem determinadas pessoas da plateia, dizendo que devolveria o dinheiro daquelas pessoas. Espectadores que saíram do show também gravaram alguns momentos do lado de fora do palco, quando muita gente já estava do lado de fora.

Veja o momento das discussões

Uma ocorrência policial foi registrada sobre a confusão, de acordo com a Polícia Militar. Segundo a ocorrência, os soliciantes revelaram que durante o show o humorista tratou eleitores de Bolsonaro como idiotas, imbecis e medíocres, momento em que essa situação gerou atrito verbal da plateia com o artista.

Ainda conforme o registro policial, grande parte da plateia deixou o espaço destinado aos espectadores e humorista disse que devolveria o dinheiro daqueles que saíram. Os policiais conversaram com o produtor de Gustavo, que disse que as críticas a personagens fazem parte do show e que ele não ofendeu ninguém durante o espetáculo. Não foi possível conversar com o humorista para verificar sua própria versão dos fatos, conforme a ocorrência.

Ontem, Gustavo publicou um texto e um vídeo em suas redes sociais tratando o caso como uma tentativa de censura. “Parte da plateia, insatisfeita com as piadas sobre Bolsonaro, se sentiu no direito de dizer o que eu posso ou não posso falar nos meus shows. E isso nunca, amiguinhos, nunca vai acontecer, porque isso se chama censura e eu não vou aceitar essa tentativa de intimidação”, disse ele.

Veja a íntegra do que disse o humorista Gustavo Mendes

VER PRIMEIRO: Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale.

1 COMENTÁRIO

  1. Uma vergonha para o povo mineiro esse bando de idiotas que não sabem se comportar. Quando as piadas era pra Dilma e Temer tava tudo bem né? Mas também, vir fazer show onde os homens vestem camisa xadrez, botina, chapéu e fumam cigarro de palha é querer exigir demais de raciocínio. Vergonha de ser mineira nessas horas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.