Crianças do Norte de Minas receberão 900 brinquedos fabricados em penitenciárias

0

Um caminhão levou nesta quinta-feira (22/8) cerca de 900 brinquedos produzidos por presos do Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem, e da Penitenciária José Edson Cavalieri, em Juiz de Fora, para o galpão da ONG Amigos de Minas. As peças serão transportadas e entregues, daqui a duas semanas, para crianças das cidades de São João das Missões, Juvenília, Bonito de Minas, Manga e Pai Pedro, no Norte de Minas.


[adrotate banner=”26″]



São aviões, carrinhos, casas de boneca, bercinhos e jogos para desenvolver o raciocínio, imaginação e a capacidade de identificar formas e cores. Todos foram confeccionados em marcenarias instaladas dentro das unidades prisionais, que fazem parte do Projeto Fábrica da Alegria, uma iniciativa do Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen), da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), viabilizado pela Diretoria de Trabalho e Produção.

Para Hilda Mariana, coordenadora de produção do Depen, os benefícios do projeto são incontáveis, pois envolvem os presos e seus familiares, crianças e diversas entidades assistenciais. “É muito gratificante o retorno social deste projeto. Não medimos esforços na busca de novos parceiros, já que precisamos de madeira, ferramentas e maquinário, além de selecionar e treinar presos para a produção”, explica a coordenadora.

O projeto Fábrica da Alegria nasceu na Penitenciária José Edson Cavalieri, por iniciativa do Tribunal de Justiça, e, em seguida, foi implantado no Complexo Penitenciário Nelson Hungria. As peças criadas e fabricadas por presos podem ser encontradas também na brinquedoteca do Hospital da Baleia, na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente e na Delegacia de Plantão Especializada em Atendimento à Mulher, dentre outras instituições. Os brinquedos foram doados para estas instituições e hoje beneficiam milhares de crianças.

A doação para a ONG Amigos de Minas representa uma difusão dos trabalhos em prol da ressocialização dos detentos. “Estes brinquedos têm um valor enorme. Vamos falar com as famílias sobre quem fabricou, onde foi fabricado e a origem da madeira. Eles vão levar alegria para muitas crianças”, prevê o tesoureiro da ONG, Márcio Rodrigues da Silva.

A cada três meses, a Amigos de Minas realiza uma “missão” no Norte de Minas, para onde são levados alimentos, roupas e material de construção. A próxima ação está prevista para os dias 7 e 8 de setembro e, desta vez, com brinquedos, bem antes do Natal. Participarão da tarefa 120 pessoas e duas carretas sairão de Belo Horizonte carregadas de doações.

Duas outras unidades prisionais passaram a integrar, recentemente, o Projeto Fábrica da Alegria: as penitenciárias de Três Corações, no Sul de Minas, e a Dênio Moreira de Carvalho, em Ipaba, com a produção de peças em suas oficinas.

Aviões, carrinhos e jogos para desenvolver o raciocínio e a imaginação chegam às crianças do Norte mineiro – Foto: Dirceu Aurélio / Reprodução Agência Minas

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:



[adrotate banner=”27″]

(Fonte: Agência Minas)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.