Projeto Ressocializar tem início em Araçuaí

0

No último dia 14 de agosto, aconteceu em Araçuaí, a abertura do projeto Ressocializar que tem como objetivo viabilizar a ressocialização dos apenados em cumprimento de penas privativas de liberdade no regime semiaberto. O projeto é resultado da parceria entre a Vara de Execuções Penais da Comarca de Araçuaí, o município de Araçuaí e a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública.






Os presos prestarão serviços ao município no período em que permanecem em liberdade durante a semana, das 6 às 19h. Eles atuarão na varrição e asfaltamento de rua, bem como em outras obras a serem executadas pelo município. Os apenados permanecem recolhidos no albergue das 19 às 6h, de segunda a sexta-feira, e em tempo integral aos sábados, domingos e feriados.

Na cerimônia, estavam presentes a juíza da 1ª Vara Cível, Criminal e de Execuções Penais, Luciana Mara de Faria; o prefeito municipal, Armando Jardim Paixão; as secretárias municipais de Obras e de Desenvolvimento Social, Maria Lúcia Ferreira de Souza Erly Souza Rocha respectivamente; o procurador do município, Luís Paulo Sá; o diretor do presídio e do albergue, Edmar Silva Cassimiro, além de agentes penitenciários.

A juíza destacou, durante o evento, que todos se beneficiam da parceria: os reeducandos porque, além da experiência profissional e da reinserção digna na sociedade, obterão remição de pena (a cada três dias de trabalho, um dia de remição) e o município porque contará com mão-de-obra gratuita para fomentar as obras que trarão benefícios para a toda a população.

“A ocupação digna dos apenados contribui para que eles não voltem a cometer novos crimes, o que representa ganho significativo para a segurança pública”, concluiu a juíza Luciana Mara de Faria.

Projeto representa ganho para a segurança pública – Foto: Divulgação

A cada três dias de trabalho, o apenado terá um dia de remição de pena – Foto: Divulgação

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:





(Fonte: TJMG)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.