Mulher é presa com drogas em Rio Pardo de Minas

0

Uma mulher de 36 anos foi presa na sexta-feira (26/07/2019) suspeita de tráfico de drogas ao ser abordada em um táxi próximo a Rio Pardo de Minas, no Norte do Estado. Segundo a Polícia Militar, após apurações conjunta dos pelotões de Santo Antônio do Retiro, Mato Verde e Rio Pardo, foi constatado que a suspeita receberia R$ 1.500 para entregar porções de drogas na região. Foram apreendidos tabletes de cocaína e pasta base da mesma droga, e ainda crack.






Os policiais descobriram que uma mulher estava na cidade de Mato Verde e iria viajar para Rio Pardo de Minas, onde entregaria os entorpecentes para um homem, que, segundo a polícia, é foragido da justiça e encomendou o carregamento. Após investigação dos fatos, os policiais seguiram a suspeita, quando a mesma deslocou-se até a rodoviária do município e contratou um táxi particular para fazer o trajeto.

No momento do embarque, os policiais estavam à paisana e seguiram o veículo pela estrada, abordando o motorista e a passageira. Nas buscas, foram encontrados dentro da bolsa da mulher os três tabletes prensados dos entorpecentes, sendo cerca de 970 gramas de pasta base de cocaína e mais 1 kg da mesma droga pura, além de 1kg de crack.

Ao ser indagada, a suspeita disse que é natural da cidade de Itaberaí (GO) e que foi contratada por um homem desconhecido para que levasse as drogas até a cidade de Rio Pardo de Minas. Segundo a PM, o taxista contratado pela mulher alegou que não conhece a suspeita e não sabia que ela estava carregando drogas em sua bagagem. O homem não foi detido.

A suspeita possui passagens por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. Ela foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil.

Foto: Polícia Militar/Divulgação

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:



(Fonte: G1 Grande Minas)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.