Sede social do América de Teófilo Otoni é vendida em leilão

0

Foi arrematada por R$ 1 milhão e 200 mil a sede social do América Futebol Clube, de Teófilo Otoni. O processo foi feito através da Justiça do Trabalho local para arcar com dívidas trabalhistas do clube, que estão em torno de R$ 1 milhão. O Estádio Nassri Mattar também seria colocado em leilão, mas foi retirado após o lance para a sede social suprir o valor da dívida da equipe.


[adrotate banner=”26″]



A sede do América tem terreno de mais de 3mil m² e inclui um salão de eventos e uma piscina. O presidente do time explicou que mesmo com o resultado do leilão, ainda vai recorrer para tentar evitar perder a área social do clube.

– Nós sabemos que os trabalhadores precisam receber, é o direito deles. Mas nós vamos tentar entrar em um acordo para não perder esse espaço, que também faz parte da história do América. Nós vamos recorrer dessa situação em todas as instâncias possíveis. Nós só vamos sair daqui quando houver uma ordem do juiz -, afirma João Ângelo, o “Jonga”.

De acordo com o Tribunal do Trabalho da 3° Região em Teófilo Otoni, existe sim a possibilidade do time recorrer contra a decisão do leilão. O resultado do certame ainda vai passar pela homologação de um juiz para que a compra seja efetivada.

– A homologação desse resultado não costuma demorar muito e eles ainda podem recorrer em todas as instâncias que forem possíveis. Já quanto a questão de continuar usando o espaço enquanto corre o processo, vai depender do que o juiz que estiver com o caso definir -, explica a secretária do Tribunal do Trabalho, Carla Lins.

Estádio Nassri Mattar não precisou ser leiloado — Foto: Cláudio Gomes/GloboEsporte.com

Entenda

O Estádio Nassri Mattar e a sede social do América de Teófilo Otoni foram colocados a leilão pela Justiça do Trabalho para arcar com as dívidas trabalhistas que a equipe tem com funcionários e atletas desde o ano de 2013.

Para o leilão, o estádio do time foi avaliado em R$ 4 milhões. O Nassri Mattar está passando por um processo de tombamento histórico. De acordo com o departamento de patrimônio da cidade, os trâmites já estão quase no final. Se o estádio fosse leiloado o novo dono não poderia descaracterizar as estruturas do time. Mas o Nassri Mattar seria colocado a leilão apenas se o valor de arremate da sede social não fosse suficiente para pagar as dívidas trabalhistas do time.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:

[adrotate banner=”27″]

(Fonte: GloboEsporte.com)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.