Brasileiros são presos acusados de criar grupo criminoso nos EUA

0

Quatorze pessoas foram presas e indiciadas nos Estados Unidos na semana passada acusadas de integrar o chamado Primeiro Comando de Massachusetts (PCM). Pelo menos dez eram brasileiros. O nome remete ao Primeiro Comando da Capital (PCC), grupo criminoso que atua em presídios e comanda o tráfico de drogas em várias regiões do Brasil.


[adrotate banner=”26″]



Segundo a BBC, os suspeitos são investigados pelas autoridades norte-americanas desde 2018, e são acusados de praticar diversos crimes, como sequestro, roubo à mão armada, venda ilegal de armas e tráfico de drogas. Segundo a procuradoria do Estado de Massachusetts, a facção atuava nos EUA há cerca de dois anos.

Durante as prisões, a polícia apreendeu 31 armas, incluindo 27 pistolas, um fuzil, espingardas e centenas de caixas de munição. De acordo com a BBC, a maioria dos presos eram jovens ileigais no país. O mais velho, que seria o líder do grupo, tem 28 anos.

Um dos brasileiros presos é de Governador Valadares, na região do Vale do Rio do Doce. Segundo o Conselho Nacional de Justiça, ele foi condenado a 3 anos e seis meses de prisão em 2018, mas estava foragido.

Os acusados podem ser condenados a penas de até 20 anos por roubo e de até 40 anos por tráfico de drogas. Os presos que são imigrantes ilegais serão sujeitos a um processo de deportação, segundo o ICE, polícia de imigração dos EUA.

Momento em que policiais invadem a casa de um dos membros da gangue – Reprodução

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:

[adrotate banner=”27″]

(Fonte: O Tempo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.