Home / Leste de Minas / Ação conjunta das Polícias Civil e Militar é deflagrada em Governador Valadares

Ação conjunta das Polícias Civil e Militar é deflagrada em Governador Valadares

Desarticular associações criminosas com atuação, principalmente, em tráfico de drogas e homicídios. Esse foi o objetivo da Operação “Fica Vivo”, deflagrada sexta-feira (26), em Governador Valadares, que culminou no cumprimento de nove mandados de busca e apreensão e outros seis de prisões preventivas. Dois alvos, que já se encontravam recolhidos no Sistema Prisional, também tiveram mandados de prisões cumpridos. Outros dois indivíduos encontram-se foragidos.





“Fica Vivo”, uma operação conjunta da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e da Polícia Militar, faz referência à proposta de ação integrada do estado de combate a ações criminosas em regiões de alta incidência. O trabalho teve início com uma série de crimes ocorridos no final de 2018, entre ocorrências de homicídios envolvendo disputa de grupos criminosos, no bairro Santa Helena. Na época, foram realizadas ações preventivas na região. No Carnaval de 2019, o conflito se intensificou, quando aconteceram quatro homicídios em sequência, envolvendo gangues. A partir de então, as Polícias Civil e Militar somaram forças, unidas ao Poder Judiciário e Ministério Público, para identificar e punir os envolvidos.

Em coletiva com a imprensa, a Delegada Verenna Veloso, que coordena a equipe da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (DEAME), mencionou a alta incidência de ocorrências de porte e posse ilegal de arma de fogo e disparos de arma de fogo. Segundo a Delegada, “a operação deflagrada tem o objetivo de restaurar a paz daquela comunidade, onde ocorre alto índice de crimes como homicídios, disparos de arma de fogo e tráfico de drogas”.

O Delegado Regional de Governador Valadares, Fábio Sfalcin, registrou que a maioria dos homicídios possui ligação direta com o tráfico de drogas. Para o Delegado, “retirando esses indivíduos de circulação diminuirá não somente a incidência de crimes e mortes violentas como também acarretará uma desestruturação das organizações ligadas ao tráfico de entorpecentes”. Fábio aproveitou a oportunidade para enaltecer a parceria entre os Órgãos, que possibilitou o êxito da operação.

A ação contou com a participação de aproximadamente 50 policiais, entre civis e militares, e o apoio aéreo da Base Regional de Aviação do Estado (5ª BRAVE).

Foto: Divulgação/PCMG

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: PCMG)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>