Vereador e chefe de gabinete são presos em desdobramento de operação em Ipatinga

0
Semana do Empreendedorismo Sebrae Nanuque

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) regional Ipatinga, cumpriu nesta segunda-feira, 8 de abril, o sexto mandado de prisão contra vereador do município, como desdobramento da operação Dolus, que investiga esquema de manipulação de salários de servidores.






O chefe de gabinete do parlamentar foi detido, simultaneamente, na Câmara Municipal. Outros cinco vereadores e dois assessores já haviam sido presos pela operação desde seu início, em fevereiro. Eles também são investigados pela prática criminosa conhecida como “rachadinha”, que configura crimes ora de peculato e outras vezes de concussão e lavagem de dinheiro.

Conforme o Gaeco, um dos vereadores presos na etapa anterior da operação confessou o crime e imputou a prática dos mesmos atos aos parlamentares da legislatura anterior e da atual, isentando apenas uma pessoa. O parlamentar celebrou acordo com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), pagou fiança e, atualmente, cumpre prisão domiciliar, com uso de tornozeleira eletrônica e outras medidas restritivas de liberdade. Todos os outros agentes públicos continuam detidos.

A operação de ontem cumpriu ainda três mandados de busca e apreensão, um no gabinete do vereador, outro na residência dele e o terceiro na residência do assessor. No gabinete do vereador, foram apreendidos diversos materiais e aparelhos eletrônicos. Na residência do assessor parlamentar, foram encontrados cerca de 40 pacotes de papel A4, possivelmente retirados da Câmara Municipal, o que, confirmando-se, configura peculato em flagrante delito.

Casos similares estão em investigação pelo Gaeco de Ipatinga.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:



(Fonte: MPMG)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.